Você escolherá a melhor parte?

Publicado em: 04/03/2022 Categorias: 2022 / Revive Israel

UM MOVIMENTO GLOBAL DE AVIVAMENTO E RESTAURAÇÃO A PARTIR DE JERUSALÉM PARA JUDEIA E SAMARIA, CHEGANDO AOS CONFINS DA TERRA E VOLTANDO NOVAMENTE PARA ISRAEL…

Uma lição de Miriam (Maria) e Marta

 Por Asher Intrater

Recentemente na Congregação Ahavat Yeshua em Jerusalém, estávamos tendo um tempo de adoração com a doce presença do Senhor. Eu estava me sentindo edificado.

Mas então, devido a algumas dificuldades técnicas, notei que alguns de nossos líderes estavam ficando perturbados, preocupados e incomodados.

Eu pensei: “Veja como eles estão ficando preocupados e incomodados em vez de se concentrarem na adoração. Qual é o problema com eles?” Eu fiquei pensando nisso, e pensando um pouco mais, até que eu perdi totalmente o espírito de adoração, e percebi que eu acabei ficando mais agitado do que eles estavam. Ops!

Lucas 10:38-42

Jesus entrou numa certa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus ouvia-lhe os ensinamentos. 

Entretanto, Marta estava agitada com muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me.

Contudo, Jesus respondeu: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas, mas uma só é necessária; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.

Este é um desafio que todos enfrentamos – o desafio de perder o que o Senhor está dizendo, por causa de todos os tipos de responsabilidades. Infelizmente, o desafio torna-se ainda maior quanto mais servimos ao Senhor.

Nós amamos a Deus, por isso servimos a ele. Para servi-lo mais, assumimos a responsabilidade pelo que precisa ser feito. Com essas responsabilidades, muitas vezes perdemos a presença íntima do Espírito para o qual escolhemos servir em primeiro lugar.

Podemos aprender com esta passagem para nos mantermos centrados em nosso relacionamento amoroso com Jesus e não nos tornarmos pessoas preocupadas e agitadas? Podemos estar distantes de uma atitude negativa e manter uma que seja positivamente suprida pela fé em Deus? Aqui estão algumas dicas:

1 . Perspectiva: de Marta a Maria

Todos temos um pouco de Marta e um pouco de Maria dentro de nós. Ambos são bons em certos aspectos. No entanto, para permanecer em uma atitude de adoração, temos que nos identificar com o lado Maria. Precisamos ver as coisas com a perspectiva de Maria e ver a nós mesmos, em primeiro lugar, como uma pessoa do tipo Maria.

2 . Interromper a Cadeia de Pensamento Negativo

O “pecado” de Marta não era que ela quisesse limpar e cozinhar uma refeição para o Senhor, isso é uma coisa boa! Mas em vez de encontrar alegria no serviço de seu coração doador , ela se comparou com sua irmã e se tornou amarga. Quando Yeshua chamou, “Marta, Marta,” Ele queria interromper seu monólogo negativo; para parar a história de ofensa que ela estava dizendo a si mesma; para parar a “narrativa da vítima.” Temos que “nos capturarnesses momentos e interromper a cadeia de pensamentos.

3 . Você tem uma escolha

Jesus disse que Maria tinha feito a escolha certa. É possível escolher. Você não tem que ser forçado. É sua escolha. Você não é escravo das circunstâncias. Se Maria podia escolher, Marta também podia. Se Marta pôde escolher, você e eu também podemos. Vamos decidir fazer as escolhas certas.

4 – Parte boa e parte ruim

Jesus disse que Maria havia escolhido a parte boa. Cada situação tem duas partes. Nenhuma situação é totalmente boa ou totalmente ruim. Tem uma parte boa e uma parte ruim. Agora, você enfrenta uma parte boa e uma parte ruim. As duas partes estão lá como uma espécie de teste ou oportunidade. As partes boas e ruins sempre estarão lá, mas a parte em que você mora depende de você.

5 . Concentre-se em Jesus

Jesus também disse que só UMA coisa que é totalmente necessária. Isso é ele mesmo. Se há uma coisa, então podemos ser intencionais ao buscar isso. À medida que focamos nossa “escuta” interior em Jesus, não perderemos a parte boa, e não cairemos na parte ruim.

momentos em que precisamos ser como Marta, assumir a responsabilidade, servir e sacrificar. No entanto, há outras vezes em que a mesma obediência significa colocar de lado o “tomador de responsabilidade” e apenas desfrutar da presença do Senhor (Salmo 37:4).

Vamos nos prevenir de sermos pessoas “incomodadas” e “de mente negativa”. Vamos escolher a parte boa em cada situação e focar no Senhor. Ok!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.