Treinando Recrutas Problemáticos nas Forças de Defesa de Israel

Publicado em: 05/02/2021 Categorias: 2021 / Revive Israel

E o Treinamento de Estudantes de Discipulado do Revive Israel

Por Tal Haroni

Hoje ajudo a liderar programas de discipulado, no Centro Comunitário Rural do Revive Israel, nas Colinas da Judeia.

Há vários anos, durante o meu serviço obrigatório nas IDF (Forças de Defesa de Israel), servi como sargento treinador de novos recrutas em Havat Hashomer (Fazenda da Guarda) – uma base de treinamento básico na Galileia, especialmente voltado para jovens problemáticos e desprivilegiados. Num exército regular, estes jovens difíceis poderiam até ser considerados inaptos a servir. No entanto, como Israel tem um “exército do povo”, eles recebem a oportunidade de se alistar e conseguir assim ser integrados na sociedade israelense. Muitos deles realmente obtêm sucesso e ganham boas oportunidades de trabalho após o serviço militar. No meu cargo de comandante, recebia quatro grupos de estagiários (cada um composto por 15 soldados) de diferentes origens, com todo o tipo de dificuldade. Durante os três meses de treinamento básico, eu os ensinava a atirar com espingardas, a realizar primeiros socorros, a operar equipamentos de comunicações e a adaptar-se à vida militar.

Eu penso que há algo na sociedade israelense, mesmo entre os seculares, que é motivado pela Bíblia e que nos encoraja a oferecer apoio àqueles que são fracos. Assim, as IDF estão dispostas a “gastar” os seus preciosos recursos com estes jovens desafiadores. O exército investe neles a fim de fortalecer o seu caráter. E isso não é algo a ser subestimado. Penso que é fruto de fé em Deus e não apenas de uma atitude humanitária. Outro elemento que contribui para esta política é a importância de os judeus se unirem e se apoiarem por terem sido perseguidos em outros locais.

O meu serviço militar foi difícil, mas também me deu uma grande sensação de satisfação. Tive alguns soldados que me escreveram cartas no final do treinamento. Disseram que eu era como uma segunda “mãe” para eles, apesar da dureza que eu tinha de demonstrar como comandante. Nunca ninguém tinha exigido ou esperado resultados reais destes jovens. Tínhamos o slogan: “Exigência significa confiança”. Assim, sempre que lhes dava uma ordem para fazer algo, estava na realidade transmitindo a mensagem: “acredito que você conseguirá fazer isso”.

Agora no Revive Israel

Isto é também o que vemos no Revive Israel, nos alunos do programa de discipulado. Parte do que fazemos é ajudar a inculcar, e até mesmo a exigir, várias disciplinas e hábitos, tais como a leitura diária das Escrituras, trabalho prático no campo cultivando vegetais, etc. Os discípulos precisam ser responsáveis pelo que fazem. Em ambos os tipos de treinamento ou formação, de fato, estamos transmitindo bons hábitos para a vida. Nas IDF, cobrava-se a pontualidade e a obediência aos comandantes. Parte do discipulado militar e espiritual também é aprender que nossas ações têm consequências. A maioria dos meus soldados das IDF não tinha consciência dessas consequências. Tinham sido criados sem regras e sem limites. Foi isso que levou muitos deles a uma crise pessoal. No discipulado espiritual, também implantamos disciplinas adicionais, como a meditação diária nas Escrituras.

No Centro de Discipulado do Revive Israel, exploramos como viver de forma prática para Deus e como ouvir Deus. Fornecemos ferramentas para uma rotina de vida saudável. Claro, não fazemos isso com a rigidez “militar”, mas os nossos alunos precisam prestar contas perante os seus supervisores e devem ser abertos e transparentes com eles.

A principal sessão de primavera de treinamento em discipulado do Centro Comunitário Rural do Revive Israel está em andamento, treinando jovens estagiários israelenses durante os meses de fevereiro e março. Queremos convidar você para fazer uma parceria conosco por meio de ofertas e intercessão. Coisas boas estão acontecendo nas colinas da Judéia. Louvado seja Deus!

Transmissão Global

A nossa Transmissão Global, para louvar, orar, profetizar e pregar a partir de Israel. Venha e junte-se a nós! Desfrute esse tempo com os amigos e familiares
Assista agora!

Uma resposta para “Treinando Recrutas Problemáticos nas Forças de Defesa de Israel”

  1. GLEBISON FERREIRA DE ILMA disse:

    Sempre vi a palavra “Exigência” como lugar de separação devido a distância de quem exigia, muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *