A História Profética de Líderes Israelenses Seculares – Parte 2

Publicado em: 03/10/2016 Categorias: 2016 / Revive Israel

Asher Intrater compartilha as próximas três profecias que envolvem o Estado Moderno de Israel, a Igreja, o fim dos tempos e o reino milenar. Confira mais na semana que vem!

ASSISTA!
(Legendas disponíveis em chinês, dinamarquês, francês, alemão, italiano, japonês, coreano, polonês, português e espanhol.)

——————————————————————————————————————-

A História Profética de Líderes Israelenses Seculares – Parte 2

Na semana passada, comecei a compartilhar 10 chaves proféticas que aprendi ao estudar a história judaica, o pensamento rabínico e os eventos atuais aqui em Israel. Aqui estão os próximos 3:

4. Lendo os Profetas

David Ben-Gurion, um visionário e líder do Sionismo Moderno, lia a Bíblia, especialmente os profetas. Ele promovia estudos bíblicos semanalmente em sua casa. Ele ensinava a Bíblia, porém cometia o seguinte erro: interpretava a Bíblia a partir de um ponto de vista comunista, como um tipo de trabalho socialista. No entanto, ele estava certo em encorajar a leitura dos profetas, e em não apenas ler a Bíblia, mas tentar vivê-la. Acredito que, justamente por ter se inspirado nas Escrituras quanto à restauração da nação de Israel, Deus o escolheu para ser o primeiro chefe de estado de Israel.

5. Preparação Pré-governo

Durante o tempo do Mandato Britânico, antes do estabelecimento do Estado de Israel, Ben-Gurion também compreendeu que um dia teríamos um governo, mas que ainda não estávamos prontos para isso. Precisávamos construir uma organização que pudesse funcionar como governo para que estivéssemos prontos para ter uma nação quando chegasse a hora. Ele deu início a uma organização chamada “Histadrut”, e ela começou a funcionar como um governo, permanecendo assim até o dia em que se tornou um governo, de fato.

Creio que essa é uma palavra profética para a Igreja. A Eclésia deveria ser duas coisas, não apenas as pessoas que foram chamadas dentre as nações para formarem o Corpo de Cristo, mas um corpo ou coalizão governante, de acordo com o próprio significado da palavra Eclésia. Como cristãos, estamos aqui não somente para administrar a Igreja, mas para agir como nosso próprio “Histadrut” ou pré-governo. Estamos sendo preparados agora para administrar o governo de Yeshua quando ele voltar. É por isso que acreditamos em apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres, em presbíteros e diáconos e em toda a estrutura da Igreja, porque estamos em treinamento. Um governo não é regido por um indivíduo e, sim, por todo um grupo de pessoas. Discipulado tem a ver com tudo isso; preparar-se para exercer uma das posições do governo de Yeshua.

6. Preparação Militar

Ben-Gurion também sabia que quando declarássemos o Novo Estado de Israel, dentro de 24 horas, todas as nações do Oriente Médio nos atacariam. Não estávamos prontos. Não tínhamos armas nem soldados. Não sabíamos como lutar. Então, ele entregou todas as suas outras funções a pessoas confiáveis, organizou um seminário de treinamento e formou uma milícia militar dentro de um ano e meio.

Penso que essa é uma palavra profética para a Igreja toda vinda do Corpo do Messias em Israel. Estamos caminhando em direção à maior Guerra na história da humanidade. Estamos entrando num período em que todas as nações do mundo vão atacar Israel e os cristãos e farão tudo o que puderem para impedir a segunda vinda de Yeshua. Não estou dizendo que você deve começar a fazer aulas de tiro, mas precisamos aprender a orar e a profetizar, a entender as Escrituras e a declarar a Palavra de Deus.

Não perca o texto da próxima semana para ler mais sobre essas 10 chaves proféticas modernas ou se inscreva para receber nosso informativo semanal por e-mail!

——————————————————————————————————————-

Yeshua Falava Hebraico
Simcha Davidov

Yeshua falava em sua língua materna: hebraico – a língua dos judeus em Israel e a língua das Escrituras. O anjo Gabriel falou em hebraico com Miriã (Maria) quando veio anunciar que ela teria um Filho pelo Espírito Santo. O anjo disse-lhe: “Eis que conceberás e darás à luz um filho, ao qual porás o nome de Yeshua” (Lucas 1.31).

Seu nome original não tem significado numa língua estrangeira, mas em hebraico Yeshua significa salvação. “Ela dará à luz um filho, a quem chamarás Yeshua; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mateus 1.21). Por causa do significado do nome Yeshua como “salvador”, fica claro que Miriã e Yoseph (José) falavam hebraico. Se eles se comunicavam nessa língua, Yeshua também.

O Velho Testamento original foi escrito em hebraico, e Yeshua citava com frequência trechos das Escrituras em hebraico. Ele conversava com seus discípulos em hebraico, que era a língua dos judeus naquela época. Todos os ensinos de Yeshua estavam repletos de referências e associações de palavras com citações das Escrituras em hebraico. Portanto, novamente, é evidente que ele falava hebraico.

Yeshua também falava aramaico e grego ou latim quando necessário. Havia traduções populares do Velho Testamento no tempo de Yeshua tanto em aramaico como em grego.  A inscrição que Pilatos mandou colocar na cruz foi escrita em hebraico, primeiro, e também em latim e em grego – as principais línguas usadas no governo e na cultura na época da morte e ressurreição de Jesus. [João 19.19-20]

——————————————————————————————————————-

Reserve a Data: Tour de Israel 2017 Baruch HaBa

Estão abertas as inscrições para a Conferência de Intercessão e tour bianual Baruch Haba (de 9 a 18 de maio de 2017). As vagas se esgotam rápido, então inscreva-se logo! Esse itinerário único foi planejado com o objetivo de conectá-lo pessoalmente aos ministérios Tents of Mercy (Tendas de Misericórdia), Revive Israel e Tikkun International enquanto conhece os locais históricos de Israel. Além de guias profissionais, membros das nossas equipes ministeriais os acompanharão nos ônibus e nos pontos turísticos para ensinar e ter comunhão.

Para mais informações e para se inscrever, clique AQUI!

——————————————————————————————————————-

Notícias do Jejum de 40 Dias

Se você está participando do jejum de 40 dias que começou no dia 3 de setembro e terminará no 12 de outubro, lembre-se de acessar este BLOG em inglês para conferir os focos de oração e as novidades em inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *