Vitória e Perseguição no Apocalipse

Publicado em: 16/01/2018 Categorias: 2018 / Revive Israel

Por Asher Intrater

Uma das promessas mais preciosas da Bíblia está em Atos 2.17: “E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne”. Entendemos ser uma promessa de avivamento em todo o mundo durante o fim dos tempos. (Yeshua também disse: “a ceifa é o fim do mundo” – Mateus 13.39).

Alguns, porém, não acreditam que haverá um avivamento no fim dos tempos. Eles apontam para as profecias sobre perseguição, tribulação e o anticristo no fim dos tempos, e concluem (até com certa lógica) que não poderia haver, então, um grande avivamento.

Então o que será? Avivamento ou perseguição? Vitória ou tribulação? A resposta,obviamente, é “ambos”. Teremos avivamento em meio às perseguições; vitória em meio às tribulações.

Uma forma de enxergar esse equilíbrio é através de uma visão global do livro do Apocalipse. Lá, nós vemos uma clara descrição do império perverso do anticristo e o assassinato massivo dos verdadeiros crentes ao redor do mundo (Apocalipse 12, 13 e 15).

Por outro lado, não há outro livro na Bíblia que ensine mais sobre vitória e triunfo. A cada uma das sete igrejas em Apocalipse 2 a 3 é dada uma exortação para “vencer”. Presumivelmente, esse encorajamento espiritual para ser um vencedor é relevante para todos os que creem em Yeshua, mesmo nos dias de hoje.

Yeshua é o Leão da tribo de Judá, aquele que vence – Apocalipse 5.5

Os santos são selados pelo Espírito Santo como proteção durante os juízos de Deus– Apocalipse 7.4-9.

Nossas orações terão poder (Apocalipse 8.3-5); profecias bíblicas desafiarão nações (Apocalipse 10.11); a comunhão de fé será glorificada como uma mãe dando à luz, mesmo sendo atacada por um dragão (Apocalipse 12.1-4); venceremos pelo sangue de Yeshua (Ap 12.10); haverá uma ceifa do bom e do mau no fim (Apocalipse 14); o louvor derrotao poder perverso da besta (Ap 15.2-3).

O livro do Apocalipse, sendo o último livro da Bíblia, descreve um período de grandes trevas morais; porém, no meio dessas trevas, teremos pessoas revestidas de glória e pureza (Isaías 60.1-3). Não teremos apenas trevas e certamente não teremos somente a luz. A luz se tornará mais pura; as trevas se tornarão mais malignas. Ambas ocorrem ao mesmo tempo. Por isso o livro do Apocalipse possui mais passagens sobre vitória e mais passagens sobre perseguições do que qualquer outro.

Podemos perder essa verdade ou equilíbrio por ênfase errada de ambos os lados. Quando Yeshua retornar, os reinos deste mundo se tornarão o reino de Deus (Apocalipse 11.15). Não haverá domínio total até aquele tempo. A bondade crescerá dentro do povo de Deus até finalmente encher a terra. Mas não teremos essa plenitude até o retorno de Yeshua.

Na era presente, existe um lindo progresso no reino de Deus. Chegaremos à unidade de fé (João 17); a Igreja alcançará sua plenitude (Romanos 11.25); Israel será salvo (Romanos 11.26); a “noiva” estará preparada (Apocalipse 19.7).

O fato de o livro de Apocalipse falar tanto sobre “vitória” quanto sobre “perseguição” mostra que apesar de parecerem contraditórias, ocorrem ao mesmo tempo. Vamos manter a visão do equilíbrio.

Uma Visão Equilibrada do Ministério Apostólico

Conforme continuamos a ministrar sobre a restauração apostólica e profética em Israel, a controvérsia que cerca os apóstolos e profetas em nossos dias está novamente em evidência. Nesta mensagem, apresentamos o que acreditamos e o que não acreditamos sobre o ministério apostólico e profético.

Legendas disponíveis em: dinamarquês, holandês, inglês, francês, coreano, polonês, português e espanhol!

O Entregador

Por Ron Cantor e Asher Intrater

A palavra Shaliach, שליח, possui vários significados no hebraico, incluindo apóstolo, servidor público, qualquer pessoa com senso de missão ou propósito divino e até mesmo um entregador.

Recentemente, Ron e Asher estavam sentados na casa do Asher, falando sobre as controvérsias relativas à restauração dos ministérios apostólicos e proféticos em Israel hoje, quando Ron recebeu uma ligação de alguém tentando fazer uma entrega em sua casa. O entregador estava falando tão alto que Asher pôde ouvir toda a conversa.

Ron havia pedido um novo liquidificador para sua cozinha. O entregador foi até sua casa, mas é claro que ele não estava lá. Então ele ligou e perguntou se não poderia deixar com algum vizinho. Ron concordou.

Quando o entregador bateu à porta do apartamento ao lado, o vizinho respondeu através da porta fechada: “Quem é?”.Nisso, o entregador respondeu em alto tom: “Shaliach, Shaliach!”

Ron e Asher olharam um para o outro e caíram na gargalhada. Não precisaríamos de um profeta para entender a pequena brincadeira divina, que também trouxe uma mensagem pertinente. Existe um excesso de orgulho vinculado ao título de apóstolo atualmente.

Devemos levar toda essa questão a descer alguns níveis de humildade. No fim das contas, até mesmo um entregador é um apóstolo, e um apóstolo é somente um entregador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *