Uma Revelação sobre as Trombetas – parte 1 de 2

Publicado em: 14/09/2020 Categorias: 2020 / Revive Israel

Asher Intrater

A Torá (a Lei de Moisés) convoca uma festa determinada no primeiro dia do sétimo mês. Em hebraico é chamada de יום תרועה, Yom Teruah, um dia de soprar ou soar (também chamado de Festa das Trombetas). A ideia é tocar as trombetas (shofares no hebraico) com o som de teruah (som forte, brado de guerra ou de alegria).

 

 

 

 

 

Embora este dia seja popularmente conhecido como Rosh Hashaná, ראש השנה, “principal do ano”; este não é um nome biblicamente correto e pode servir para desviar a atenção do significado deste dia sagrado, que é uma advertência profética ligada ao toque da trombeta.

Por que Trombetas?

O significado completo desta festa não é descrito na Torá. Mas os rabinos observam três temas principais:

  1. A Recordação ou o memorial
  2. Os Reinos
  3. Os Shofares.

Esses temas são corretos até um certo ponto e podem ser derivados do toque de trombetas descritos em várias partes das Escrituras. (Observe que as trombetas são tocadas na coroação de um novo rei – algo observado pelos rabinos e que é muito relevante para os Evangelhos, mas não mencionado muitas vezes na literatura cristã).

O dia sagrado de tocar as trombetas no sétimo mês é um evento simbólico. No entanto, o entendimento completo dos símbolos só é possível por meio do último livro da Bíblia, o Apocalipse. O livro de Apocalipse descreve os significados proféticos dos símbolos da Torá, como o do shofar (ou trombeta). O Apocalipse [Revelação na tradução inglesa] “revela” o significado oculto das parábolas dos símbolos sacerdotais.

As Trombetas no Apocalipse

Existem duas partes básicas para entender o significado profético das trombetas no livro de Apocalipse. Uma é encontrada na primeira parte do livro, a outra na segunda parte do livro. Ambas têm a ver com ouvir e proclamar a mensagem profética do céu na terra.
Estes dois significados em síntese são:

  1. Exortação à Eclésia (capítulos 1-7)
  2. Advertência às Nações (capítulos 8-16)

O som da trombeta é uma metáfora para a voz de Deus. Nos capítulos um e quatro, Yeshua fala, e isso soa como uma trombeta. Ele fala com uma “voz alta” (em grego, a palavra é megas phone. A trombeta é o “megafone” de Deus). Embora a voz de Deus seja alta e clara, muitos não a ouvem, porque não estão prestando atenção.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos capítulos dois e três, há o desafio de “ouvir” o que o Espírito de Deus está dizendo. Todas as palavras proféticas semelhantes às trombetas são gerais e universais para todos aqueles que fazem parte da verdadeira eclésia de Deus, tanto judaica quanto internacional.

No entanto, nos capítulos centrais do livro de Apocalipse, há uma série de sete shofares que são tocados durante o tempo da tribulação. As sete trombetas dão uma referência simbólica ao sétimo mês do ano, quando a Festa das Trombetas é celebrada, e também se referem aos sete dias da batalha de Jericó e os sete anos do período da tribulação do fim dos tempos.

Essas sete mensagens das trombetas são uma advertência às nações do mundo a respeito dos juízos da tribulação que virão imediatamente e da batalha final do dia de YHVH que se aproxima. A cada trombeta, parte do plano de Deus é revelada. Cada trombeta libera a compreensão do mistério profético de Deus e dos próprios eventos. O último mistério é revelado na sétima trombeta.

Transmissão Global ao vivo de Israel

Louvor, Oração, Profecia e Pregação – A Transmissão Global está ativa agora! Muitas nações, em uma só voz. Junte-se à Equipe de Adoração Revive Israel para receber refrigério em sua presença.

CLIQUE AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *