Um novo nível de Profecia

Publicado em: 08/04/2018 Categorias: 2018 / Revive Israel

Asher Intrater

O conceito de profecia se desenvolveu em etapas ao longo das Escrituras. Os primeiros patriarcas tiveram muitos encontros proféticos e diretos com Deus. Depois, Moisés levou a experiência profética para um nível mais alto e se tornou o “pai” dos profetas. Moisés orou para que todo o povo de Deus pudesse profetizar e receber o Espírito Santo (Números 11.29), mas essa oração só foi respondida no derramamento do Espírito Santo,em Pentecostes/Shavuot.

As profecias de Moisés atingiram um ápice no final de sua vida nos últimos capítulos de Deuteronômio – tocando em quase todos os assuntos encontrados no restante da Bíblia, mesmo até o final do livro do Apocalipse. De fato, a ideia de que o povo de Israel seria salvo no fim dos tempos, e que isso ocorreria em decorrência da “plenitude” das nações gentias “provocando-o a ciúmes”, encontra sua primeira menção aqui, chamando Israel de “um povo salvo” (Deuteronômio 32.20-21; 33.29; Romanos 10.19; 11.11; 11.25-26).

Quando os filhos de Israel chegaram à Terra Prometida, os primeiros profetas (de Samuel a Eliseu) falavam principalmente sobre o reino de Davi. Eles acreditavam que o reino de Deus era o reino de Davi. Após vários séculos, os profetas perceberam que havia algo fundamentalmente errado, porque os filhos de Davi continuavam caindo em pecado e idolatria. Um ponto de virada ocorreu quando o rei Uzias morreu, e Isaías teve uma visão de um glorioso rei divino (Isaías 6.1-6; João 12.40-41). Daquele tempo em diante, os profetas começaram a falar do “Messias” em um nível mais elevado de revelação.

Yeshua é revelado como esse Rei-Messias nos Evangelhos. Depois que Yeshua foi crucificado, ressuscitou e ascendeu aos céus, Deus começou a derramar o Espírito Santo sobre todos os que creram (Atos 2.1-4,17), tanto judeus como gentios. Assim, os dons e as revelações proféticas se tornaram disponíveis a todos na Igreja ou “Ecclésia” da Nova Aliança (1 Coríntios 14.26,31).

Último Estágio

Agora estamos chegando ao último estágio da profecia bíblica, a profecia do fim dos tempos. Apocalipse 10.11: “É necessário que ainda profetizes a respeito de muitos povos, nações, línguas e reis”.

Este novo estágio de profecia é uma consumação da profecia tanto de Israel quanto da Igreja. Se as profecias de restauração para a nação de Israel são um “olho”, e as profecias da “plenitude” da Ecclésia mundial são o outro “olho”, então é hora de abrir os dois!! Isso só poderia acontecer depois de uma história de dois mil anos em que agora o remanescente messiânico em Israel e a Ecclésia internacional estão entrando simultaneamente em sua “plenitude” (Romanos 11.12, 15, 25).

O profeta Isaías disse:

“O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados…”- Isaías 61.1

Yeshua citou esse versículo no evangelho de Lucas. O segundo versículo de Isaías 61 afirma que a unção do Espírito viria sobre o Messias para “proclamar o ano aceitável do Senhor”. Nos evangelhos, a citação termina aqui. Em Isaías, o verso continua dizendo: “(a apregoar) o dia da vingança do nosso Deus”.

A primeira parte da profecia tinha a ver com a mensagem de graça e salvação de Yeshua, que começou naquele tempo, mas o “dia da vingança” viria muito depois, no fim dos tempos. Isso ocorrerá na segunda vinda de Yeshua durante um período de juízo e guerra. Yeshua liderará um exército do céu para destruir os ímpios, expulsar os demônios do planeta, ressuscitar os mortos e estabelecer seu reino.

Apocalipse 11.15: “… O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.”

A “Profecia” bíblica hoje inclui compartilhar o evangelho, encorajar a igreja, a restauração de Israel e também confrontar as nações com o iminente reino vindouro: “O rei está voltando para tomar de volta os reinos deste mundo”. Esse tipo de profecia não era totalmente possível até a nossa geração. Creio que Deus está oferecendo uma unção profética “dupla” para permitir que falemos do destino de Deus para Israel, a Igreja e as Nações nestes tempos do fim.

A Palavra de Deus ontem, hoje e amanhã

Muitas vezes chamamos as Escrituras de Palavra de Deus, mas, na verdade, as Escrituras são a Palavra de Deus escrita. A Palavra de Deus é quando Deus fala alguma coisa. Deus como Deus tem a capacidade de falar em qualquer época.

Legendas disponíveis em: dinamarquês, holandês, inglês, francês, coreano, português e espanhol!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *