Todas as Coisas

Publicado em: 24/11/2012 Categorias: 2012 / Revive Israel

Por Asher Intrater

Nossa fé em Deus é mais do que uma filosofia; é um modo de vida. Nossa cosmovisão bíblica nos proporciona uma atitude confiante e otimista a despeito das condições cada vez mais negras à nossa volta.

Romanos 8.28  
“Todas as coisas
cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.”

Uma das filhas de uma família na nossa congregação que havia abandonado a fé ficou abalada pelos últimos ataques de mísseis contra Israel e entregou sua vida novamente ao Senhor. Até as dificuldades no Oriente Médio fazem parte de um longo processo que Deus usa pacientemente para amolecer os corações do nosso povo e gerar fé e coragem moral no nosso interior

Efésios 5.20
“Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai.”

1 Tessalonicenses 5.18
“Em tudo dai graças…”

Dar graças envolve abrir nossa boca para dizer algo. No hebraico, a palavra tem a mesma raiz que confessar ou declarar. Damos graças ao Senhor porque ele é bom (Salmo 136.1-3). Isso envolve nossas orações. Se orarmos, crendo que já estamos recebendo (Marcos 11.23), daremos graças enquanto ainda estamos orando. Porém, se orarmos sem dar graças, é porque estamos orando sem acreditar que receberemos. Esse tipo de oração pode ser apenas um exercício em preocupação e ansiedade, que não traz benefício algum e pode até piorar a situação.

Filipenses 4.6
“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça.”

Pela fé, podemos obedecer a Deus, confiantes de que ele recompensa aqueles que procuram diligentemente fazer sua vontade (Hebreus 11.6). Dessa forma, podemos fazer tudo com atitude positiva.

Filipenses 2.14
“Fazei tudo sem murmurações nem contendas.”

Lemos esse versículo em voz alta em uma de nossas reuniões de equipe e brincamos que parecia uma inserção acrescentada ao texto por algum cristão gentio. Parece que parte da nossa cultura judaica é reclamar e argumentar sobre tudo – como se fosse nosso “passatempo nacional”. É possível fazer tudo sem murmurar ou reclamar – sem argumentar!? Sim, é possível, pela fé.

Colossenses 3.23
“Tudo
quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor, e não para homens.”

Pela fé em Yeshua e pelo poder de sua crucificação e ressurreição, podemos fazer todas as coisas com entusiasmo e energia. Mesmo quando a situação é horrível e totalmente contrária à nossa vontade, como era para Yeshua no Getsêmani, podemos orar para que não seja feita a nossa vontade, mas a dele. Então a vontade dele torna-se a nossa, e podemos fazê-la com toda nossa força interior e todo o foco do nosso ser.

Jornalismo Justo e Equilibrado
Por: Jackie Santoro

Todos os ataques de mísseis lançados da Faixa de Gaza são direcionados a alvos civis, e o objetivo é matar tantos judeus quanto possível. Sempre que os ataques causam feridos ou mortos, há celebrações e brados de vitória. Os ataques israelenses NUNCA são contra alvos civis; visam somente esconderijos de armas, lançadores de mísseis ou sedes de terroristas. Às vezes, civis são mortos, mas nunca é intenção ou propósito do ataque. Não há celebração em Israel quando árabes civis são mortos.

Até agora, o jornalismo “justo e equilibrado” da mídia internacional nem fez menção do objetivo claro do Hamas e do islamismo radical, que é nos erradicar completamente. De que maneira você conversaria com alguém que deseja matá-lo? Como demonstraria autocontrole? Israel tem demonstrado incrível autocontrole por muito, muito tempo, às custas da segurança de seu próprio povo.

Não se trata de política. O governo e as forças armadas de Israel estão batalhando simplesmente para sobreviver como nação. Somos muito sensibilizados pelas mentiras. O mundo sequer tem ouvido alguém dizer que são mentiras. É por isso que elas são tão eficazes. As mentiras são transmitidas com tanta frequência que as pessoas passaram a acreditar que representam a verdade. As reportagens do jornalismo que se orgulha por ser “justo e equilibrado” nunca são justas nem equilibradas.

Ações de graça
Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah

“O mundo inteiro deveria agradecer ao Irã, pois são eles que estão fornecendo armas e finanças para matar os judeus.”

Evangelismo e Ataques de Mísseis
Por Rachel Netanel

Durante a semana passada, no auge dos ataques de mísseis, precisei ir a Tel Aviv e convidei minha sobrinha, da cidade de Rishon Lezion, para me acompanhar. No caminho, compartilhei o evangelho com ela. Depois, fomos nos sentar perto do mar e conversamos longamente. Ela chorou e convidou Yeshua para entrar em seu coração. Nem imaginávamos que exatamente naquele instante um foguete caiu em Rishon Lezion e destruiu o prédio em frente à loja em que ela estaria trabalhando se não estivesse comigo. Ela não cessou de louvar ao Senhor, desde então, pela imensa bondade demonstrada por ele.

A Perspectiva 6-156-850

6 israelenses foram mortos por mísseis de Gaza na semana passada.

156 palestinos de Gaza foram mortos por Israel na operação “Coluna de Nuvem” (geralmente traduzida “Pilar de Defesa”).

850 sírios mortos pela guerra civil na Síria durante os mesmos sete dias.

Foguetes de Gaza lançados contra Israel

1.506 foguetes foram lançados na semana passada de Gaza contra Israel

152 foram maldirecionados e caíram dentro de Gaza (!?)

875 caíram em áreas desabitadas em Israel

421 foram interceptados no ar pelo sistema de defesa Domo de Ferro

84% – taxa de sucesso impressionante do sistema Domo de Ferro (usado somente contra foguetes que o sistema determina que podem atingir centros de população).

50 mil dólares – custo de cada míssil do Domo de Ferro

58 foguetes de Gaza caíram em áreas povoadas de Israel

Ataques Israelenses contra Gaza

1.600 locais em Gaza foram atacados pela Força Aérea de Israel

980 desses alvos eram locais subterrâneos de lançamento de foguetes (mísseis)

206 eram túneis para contrabando de armas

26 locais para fabricação de armamentos

30 líderes terroristas mortos em ataques de grande precisão

19 centros de comando do Hamas

Três Dimensões

Avigdor Liberman(Ministro de Relações Exteriores de Israel)

“A guerra é travada em três dimensões. A primeira é militar. A segunda é diplomática. A terceira é para conquistar opinião pública.”

Uma resposta para “Todas as Coisas”

  1. Cláudia Conde Moraes Fernandes disse:

    Amo o povo de Israel e bem sei que Deus não abandonou o Seu povo. Oro ao Senhor para que todos os judeus venham a conhecer o Messias e honrá-LO em suas vidas!A Paz seja sobre Israel!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *