Oriente e Corpo

Publicado em: 01/07/2013 Categorias: 2013 / Revive Israel

Asher Intrater

Ariel Blumenthal, Ari Sorkoram e eu acabamos de concluir uma conferência de 4 dias em Hong Kong com 500 participantes, representando em torno de 100 congregações e casas de oração, a maioria delas pertencentes à “família” de igrejas em casas na China. Este é um tempo de avanço profético para a China e o Oriente Asiático – espiritualmente, politicamente e economicamente.

Duas vezes o livro de Apocalipse fala sobre forças poderosas “subindo do nascente do sol [Oriente]” – a primeira vez no 6º selo e, a segunda, na 6ª taça.

Apocalipse 7.2: “Vi outro anjo que subia do nascente do sol, tendo o selo do Deus vivo”

Esse versículo representa a transição para as tribulações da “trombeta” do fim dos tempos, que está começando a acontecer nos nossos dias. Para que um anjo se levante com grande autoridade, ele deve ter o apoio de um grupo de santos naquela nação que estejam orando fervorosamente. A maior igreja nacional no mundo hoje está na China continental, e talvez a mais ativa, na Coreia do Sul.

Um espírito de avivamento e revelação está se levantando hoje no Oriente Asiático. O poder econômico e político do Oriente Asiático também está crescendo. A China pode estar a caminho de ultrapassar os Estados Unidos, num futuro próximo, como o país mais influente na terra. Isso terá elementos tanto positivos quanto negativos.

Apocalipse 16.12: “Derramou o sexto a sua taça sobre o grande rio Eufrates, cujas águas secaram, para que se preparasse o caminho dos reis que vêm do lado do nascimento do sol.”

Junto com esses “reis” (líderes políticos) do Oriente virão espíritos demoníacos da besta e do dragão. Eles realizarão sinais miraculosos e reunirão as nações para atacar Israel na batalha do Armagedom, pouco antes da Segunda Vinda de Yeshua (Jesus). Vamos estar atentos aos sinais dos tempos e orar pela igreja da China e do Oriente Asiático.

A Congregação Local

Eddie Santoro

O estabelecimento e fortalecimento da congregação local era o objetivo central das viagens apostólicas de Paulo, e a maioria das Epístolas foram escritas para expressões locais da igreja neotestamentária. A congregação local é o instrumento de Deus para expressar sua vida na terra, e é a “escola” onde novos convertidos são disciplinados e onde os mais velhos podem crescer e amadurecer. É a fornalha onde somos testados e o manancial de qualquer avivamento nacional.

Deus salva as pessoas, mas ele não para aí. Cada um de nós é então chamado para tomar o seu lugar nesse maravilhoso Corpo, e é esse comprometimento de amor e sacrifício que une as “pedras vivas”, formando um lugar de habitação para o Espírito de Deus.

Já que a congregação local é tão central aos propósitos de Deus, não é de se admirar que o inimigo a ataque. Ele atinge os pastores para que as ovelhas sejam dispersas. Ele semeia engano e contendas nessa casa, que foi feita para estar cheia de amor e paz, para que sua unidade seja destruída. Desde que mudamos para Jerusalém, vimos pelo menos três congregações prósperas deixarem de existir.

Um Corpo saudável não é apenas uma boa reunião, mas também a expressão de vidas unidas num relacionamento de amor ao longo da semana. O aprofundamento dos vínculos de relacionamento entre os membros da nossa congregação é um passo essencial para avançar nos propósitos de Deus e um empecilho contra a estratégia do inimigo de dividir.

A própria natureza da sociedade israelense, na qual as pessoas trabalham muitas horas e as crianças vão à escola seis dias por semana, milita contra a realização desse objetivo. Muitas pessoas não possuem carros e dependem de transporte público para chegar aos lugares. Tudo isso faz com que sobre muito pouco tempo livre. Organizar eventos para os crentes locais nesta nação representa um desafio significativo. Por favor, ore pelo estabelecimento do Corpo de Deus em plenitude aqui em Jerusalém e por todo o Israel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *