Oração que abala o inferno

11/07/2016 Publicado por: Fernando Alescio

Arauto - Ano 34 - nº 02 - Abr/Jun 2016

E. A. Johnston

 “Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16).

Acredito que a principal razão de não estarmos vendo avivamento em nosso país hoje é a falta de oração fervorosa. Nossos púlpitos estão destituídos de poder e de influência, pois não há oração impactante por trás deles. Creio que o prestígio de um homem no púlpito é tão grande quanto a intensidade com que seus joelhos permanecem dobrados em oração. O espírito do anticristo já está entre nós, a sociedade à nossa volta está desmoronando e a Igreja parece incapaz de agir contra disso. Acredito que a resposta pode ser encontrada um bom tempo atrás, no momento em que as igrejas jogaram pela janela a reunião de oração semanal e a substituíram por programas e entretenimento. A força motriz da Igreja é a máquina de oração, e temo que hoje muitos de nós estejamos sem combustível.

O título desta mensagem é “Oração que abala o inferno”, pois sinto em meu coração que, se a Igreja fosse incendiada de amor por Deus e se apegasse a ele em noites de oração desesperada e insistente, poderíamos afastar os poderes das trevas em nossas comunidades e abrir as portas a um avivamento do Espírito Santo que estremeceria nossa nação de um lado a outro com sua oração que abala o inferno.

A Bíblia diz no livro de Tiago:Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (5.16). A palavra chave dessa frase é “justo”. Pouquíssimos de nós hoje buscamos uma vida de santidade diante do Senhor. São raros os que abrem mão de seus esportes e entretenimentos para dedicar esse tempo à oração.

Certo dia, estava na fila da lavanderia, e o homem à minha frente estava superanimado por causa do time local de basquete. Enquanto falava a respeito, citava os nomes todos os jogadores, quais jogadas tinham feito e quase deu um salto durante o relato, tamanha a sua empolgação. Um membro comum de igreja hoje provavelmente poderia lhe contar tudo sobre o seu time de futebol ou programa de televisão favorito, mas não saberia dizer quais são os dez mandamentos, citar algumas das bem-aventuranças ou falar sobre os sinais da Segunda Vinda de Cristo, muito menos citar porções maiores das Escrituras. Por quê? Nós, nas igrejas do mundo ocidental, estamos fascinados por nossos ídolos e quase não nos importamos com o mundo que está perecendo ao nosso redor. A prova disso é o tempo gasto em nossos lazeres e paixões comparado ao tempo que passamos de joelhos e lendo a Bíblia.

Dizem que um pastor gasta em média apenas dez minutos por dia orando. É provável que ele gaste mais do que isso na academia, nas redes sociais ou assistindo a um programa de TV, quando deveria estar se dedicando à sua santificação ou procurando desenvolver seu relacionamento com Deus. No entanto, uma vida de oração desesperada tem um custo. Há um preço a ser pago e poucos estão dispostos a pagá-lo.

Quando Jacó passou a noite lutando com o anjo de Deus, ele foi fisicamente ferido para o resto da sua vida, porque, a partir daí, andava mancando. Cada passo que dava o fazia se retorcer de dor. Mas, por causa daquela noite de oração desesperada, Deus mudou o seu nome de “suplantador” para “príncipe com Deus”. Creio que o ataque cardíaco de Leonard Ravenhill foi devido a uma noite de oração desesperada. Ele mesmo chegou a afirmar isso.

Ouçam, amigos: o que custa tem valor e o que tem valor custa. Se desejamos ter uma vida de oração que mova montanhas de resistência e abale os portões do inferno, então precisamos permanecer de joelhos em quebrantamento e insistência até que venha a resposta.

Orando no Espírito

Judas fala sobre orar no Espírito Santo: Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo” (v.20). Orar no Espírito Santo significa que primeiro você precisa ser ungido por ele, ser cheio dele e sensível a ele. Pois, orar no poder do Espírito significa acesso irrestrito ao Todo-poderoso, influência para ganhar sua atenção e poder para alcançar as respostas aos pedidos de súplica. Orar no Espírito Santo bombardeia os portais do céu com violência, fecha os céus para a chuva e faz descer fogo sobre o altar de sacrifício encharcado. Faz reis tremerem e reinos estremecerem. Um homem orando no poder do Espírito Santo é capaz de abalar cidades fortes nos seus fundamentos e tem condições de lançar montanhas no mar, de surpreender os próprios anjos do céu e chacoalhar os portões ardentes do inferno.

Um homem cheio do Espírito, ungido por ele e orando no Espírito não toma conhecimento da resistência, não pode ser neutralizado por oposição alguma, não teme seres mortais terrenos e conquista todos os inimigos sobrenaturais. Orar no poder do Espírito Santo é a essência que torna a oração eficaz e fervorosa. Assim como o apóstolo declara: Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16). Portanto, quando um justo ora com fervor e ardor no Espírito Santo, há grande influência sobre sua geração e muito fruto para a eternidade.

Oração unida e desesperada

Acompanhe a história que um pastor compartilhou comigo um dia enquanto almoçávamos juntos. Ele era pastor em Glasgow, Escócia, e, juntamente com alguns outros pastores da cidade, começou a ficar preocupado com o aumento da maldade em sua comunidade. O uso de drogas e o crime haviam crescido assustadoramente e o número de adolescentes engravidando fora do casamento havia simplesmente disparado. Ele me disse que antes havia uma faixa afixada num local bem visível na cidade de Glasgow com as seguinte palavras: “Que Glasgow floresça no nome do Senhor”. Mas alguns líderes civis ateus decidiram mudar o lema da cidade para “Que Glasgow floresça”, tirando da frase o nome do Senhor. Quando isso aconteceu, a cidade começou a cair numa crise moral, e o mal passou a crescer diariamente.

Bem, esse pastor e seus amigos ministros resolveram fazer algo a respeito disso. Decidiram reunir-se toda semana para orar por sua cidade. Abriram mão da vida social para dedicar esse tempo à oração, rogando a Deus que fizesse a diferença em sua comunidade. Depois de alguns meses de oração desesperada por parte desses homens comprometidos, começou a haver uma mudança na vida da sua cidade. A criminalidade caiu, o uso de drogas diminuiu, assim como a gravidez fora do casamento. Esse pequeno grupo de homens se agarrou em Deus em tamanha oração fervorosa que acabaram por afastar o poder das trevas em sua comunidade.

Ou seja, quando a luz do Evangelho se enfraquece devido a pregações diluídas e falta de oração, um vácuo é criado que logo é preenchido pelas trevas. Por que você, em sua cidade ou comunidade, não se reúne com outros cristãos e, juntos, se comprometem uns com os outros e com Deus a abrir mão de sua vida social e do entretenimento para orar desesperadamente até que vejam Deus se mover de uma maneira poderosa?

Se pudéssemos fazer a diferença para Deus em nossa cidade e se muitos guerreiros de oração se levantassem em outras cidades, a nação inteira poderia ser tocada por Deus. O resultado é que seria liberada tanta oração que abala o inferno que todo o país começaria a tremer sob a influência de Deus e do seu Santo Espírito. Esse é o caminho para o avivamento. Contudo, meus amigos, uma vida de oração desesperada é um sacrifício, e você precisa estar preparado para isso. Deus pode o ter colocado numa situação de provação no tempo presente exatamente para gerar no seu espírito a genuína oração desesperada e eficaz.

Oração forte gerada nas provações

Quando Deus permite que passemos por provações ou tempos difíceis, ele tem um propósito maior em vista. Geralmente é para nos levar a lugares de quebrantamento onde nos tornamos como o vaso de alabastro quebrado. Pois, ser vasos de alabastro quebrados significa ter uma vida de fragrância agradável ao Senhor. Nós nos tornamos guerreiros de oração melhores por meio de provações, e nossa fé é testada e aumentada através dessas tribulações.

Uma vida de oração que conquista as atenções da sala do trono celestial não é construída sob um calmo céu ensolarado, mas é gerada durante noites escuras carregadas de tristeza. Uma vida séria de oração é forjada na bigorna de dor e de angústia, desespero e aflição, quando a esperança está por um fio quase rompida e todos os recursos humanos desapareceram. Lá, e apenas lá, é que a resposta ao nosso pedido chega.

Aqui é onde a vida de oração vibrante começa a ganhar espaço nos ouvidos do Todo-poderoso, à medida que ele se inclina para ouvir mais atentamente os soluços comoventes e o clamor do coração angustiado que, em desespero estica os braços para agarrar as suas vestes de justiça e não as solta até que seja atendido. Ser uma pessoa de oração é ser uma nota santa e estridente que soa incessantemente nos ouvidos dos anjos e chacoalha os portões da glória.

Uma verdadeira vida de oração não nasce do conforto e da prosperidade, mas do meio de provações e adversidades. Em sua debilidade, você aprenderá a se voltar para Deus. Embora esteja navegando em mares tempestuosos, descobrirá como bombardear de forma eficaz os portais do céu por livramento. Quando seus amigos errarem, decepcionando-o e abandonando-o, você buscará e encontrará favor com seu Amigo fiel, Jesus.

Poder de avivamento pela oração

Uma vida de oração desesperada abala os portões do inferno e influencia a nossa geração, sempre para a glória de Deus. Você crê nisso? Eu creio. Uma vida de oração forte o levará a temer a Deus, e não aos homens.

John Wesley disse o seguinte: “Dê-me cem homens que nada temam senão a Deus e nada odeiam senão o pecado, e farei tremer os portões do inferno”. E foi exatamente o que ele fez. Podemos fazer o mesmo, amigos. Wesley era apenas um homem e, em questão de estatura, um homem pequeno; no entanto, era grande em oração e se mostrava alto no púlpito por causa da vida de oração poderosa.

Amado, imploro para que dobre seus joelhos e confesse a Deus sua falta de oração. Seja honesto com ele e peça-lhe para ajudá-lo a redimir o tempo em sua geração, para que ele lhe mostre a tolice dos seus lazeres favoritos e o tempo desperdiçado neles. Está na hora de colocar nossos ídolos de lado e nos apegar a Deus em favor desta geração perdida de pecadores e de membros de igreja não convertidos.

Querido irmão pastor ou servo do Senhor: se você deseja ter poder com Deus e influência sobre os homens, dobre seus joelhos e permaneça ali. Peça a Deus para que até mesmo os seus ossos se inflamem por ele até o ponto em que você possa incendiar outros através de sua vida santa de oração e pregação poderosa. Esse é um chamado para os pregadores de todo o país, para que reconquistem a nação para Deus e para nossos filhos e netos. Dobre seus joelhos, caiam sobre seus rostos, implorem ao Deus dos céus e da terra em favor de todo o povo para derramar água hoje sobre essa nossa terra seca e sedenta.

Oh Grande Deus, tu és o Ancião de Dias. Tu és santo e digno de ser louvado. Dá-nos graça, Senhor, para buscar a tua face em oração desesperada e impactante. Dá-nos o poder do teu Santo Espírito para orar no Espírito para que reinos sejam abalados para ti. Oh Grande Deus, perdoa-nos por nossos empreendimentos egoístas, nosso tempo perdido em coisas inúteis, que não têm valor e que, para ti, são mero pó à luz da eternidade.

Ajuda-nos, Senhor Jesus, a ser pessoas de oração, pessoas poderosas de oração capacitadas por ti para cumprir o teu propósito. Ajuda-nos a sacudir os portões do inferno com tanto poder que as trevas das nossas comunidades sejam afastadas e uma porta seja aberta na tua presença para um avivamento no Espírito Santo que tomará conta desta nação com a assombrosa solenidade da tua presença.

Vem, oh Senhor, oro para que tragas da tua presença um grande avivamento. Vem derramar o teu Espírito sobre esta terra seca e devastada. Vem salvar nossos filhos. Vem salvar nossos netos. Vem, Senhor Jesus, e mais uma vez permeia nossos santuários com tua presença e preeminência. Oro no poderoso nome de Jesus Cristo nosso Senhor. Amém.

Extraído do livro Sermons For Revival (Sermões para o Avivamento) de E. A. Johnston. Copyright © by E. A. Johnston, Outubro de 2013. Usado com permissão da Revival Literature, P.O. Box 6068, Asheville NC 28816. 800-252-8896. www.revivallit.org

Uma resposta para “Oração que abala o inferno”

  1. Civora gomes disse:

    Meu Jesus, que maravilha! Estou grata a Deus por essas palavras de sabedoria e revelação. Nos enche de forma tremenda,!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *