O que são Raízes Judaicas/Hebraicas?

Publicado em: 03/04/2017 Categorias: 2017 / Revive Israel

“Raízes Judaicas” ou “Raízes Hebraicas” é um assunto muito popular hoje no Corpo de Cristo, com muitos livros, ministérios de ensino, homepages na Internet, etc, sobre o tema. Após séculos de “Teologia da Substituição” e antissemitismo por parte da igreja histórica, estamos testemunhando um avivamento de “filossemitismo” cristão e um interesse positivo por Israel. Hoje milhões de cristãos ao redor do mundo estão obtendo revelação e entendimento da Escritura sobre a necessidade de se conectar positivamente a Israel e ao povo judeu. Para muitos, isso inclui o ensino acerca das “Raízes Judaicas”, a qual pode ocorrer de várias formas: estudos da Torá, observância das festas bíblicas/judaicas, entendimento da “mentalidade” hebraica, excursões à Terra Santa, participação em um Seder de Páscoa, apoio político a Israel, etc. etc.

Neste artigo (e nos próximos 2 ou 3), queremos analisar de perto o ensino das “Raízes”, que é frequentemente baseado na Escritura que fala mais explicitamente de uma raiz judaica – a Oliveira de Romanos 11.16-24. O que o termo realmente significa no contexto bíblico? Como os cristãos romanos, a quem Paulo endereçou a carta, teriam compreendido esse ensino? Como isso deve ser aplicado hoje?

A Oliveira e sua Raiz – Romanos 11.16-24

O apóstolo Paulo escreve sobre uma Oliveira do povo de Deus, seus ramos e sua raiz. A palavra “raiz” aparece 4 vezes nos versos 16-18. A mensagem geral desses versos é primeiro um lembrete aos crentes gentios romanos (os ramos “selvagens”) de que eles foram graciosamente e surpreendentemente “enxertados” nessa comunidade da Oliveira, o povo de Deus – uma árvore que havia sido “cultivada” por muitas e muitas gerações somente entre o povo/nação judaica (os ramos “naturais”, nativos, domesticados). O apóstolo então adverte severamente aos romanos que não se tornem arrogantes ou se orgulhem perante esses ramos nativos, judaicos, e que se lembrem de que não são eles que sustentam a raiz, mas a raiz a eles (v.18). Embora o apóstolo tenha identificado claramente três tipos de ramos (crente judeu, crente gentio e judeus não crentes – os ramos cortados), ele não identifica de maneira semelhante a raiz – nem as Escrituras a rotulam explicitamente como raiz “judaica” ou “hebraica”.

Através da história da igreja, intérpretes bíblicos têm oferecido quatro possíveis definições de raiz: 1) O próprio Jesus, a “Raiz e a geração de Davi” (Ap 22.16). 2) Os patriarcas e/ou a aliança patriarcal (Abraâmica), baseada nos versos 11.28-29. 3) O povo judeu/nação de Israel. 4) A comunidade crente judaica do 1º século, especialmente representada pela igreja apostólica de Jerusalém.

O que você acha? Por favor, estude e medite nessas Escrituras enquanto aguarda a continuação na Parte 2 do nosso estudo em breve. Procuro ao máximo não “impor” nenhuma de suas teologias e ideias ao texto; tente imaginar que você é um cristão romano, gentio (alguns deles conheciam judeus, outros não) que está ouvindo a leitura pública desta carta durante um culto. Como teria soado para você? Quem ou o que é essa raiz misteriosa?

Revive Israel no Japão

Andrew e Cody estão em turnê pelo Japão há duas semanas. Eles estiveram em Nagoya, Tóquio, Sapporo e em Osaka se encontrando com a próxima geração de líderes da igreja japonesa. Eles foram recebidos calorosamente e mal podem esperar para voltar lá.

O Senhor tem feito algo novo entre as igrejas japonesas nos últimos cinco ou seis anos. Durante esse tempo, um movimento intercongregacional de oração começou, baseado numa pequena rede de igrejas japonesas com paixão por oração, especialmente por Israel. Enquanto eles oravam, seu amor por Israel crescia. Agora, após uma série de visitas a Israel, eles estão procurando desenvolver uma conexão maior com os crentes em Israel. Por favor, ore por sabedoria e graça enquanto continuamos a cultivar esse relacionamento cada vez mais forte.

Tal Robin na República Tcheca

Por favor junte-se a nós em oração nesta semana por Tal e Roni, que estarão viajando à República Tcheca e à Polônia, nestas localidades:
República Tcheca (30/3 a 5/4): Região da Ostrava, especificamente nas cidades de Třinec, Lištná, Bystřice, Nebory, Sosna, Hlučín, and Těšínsko
Polônia (Seg, 3/4): Ustroń

Vamos concordar em oração para que a vontade e o plano de Deus sejam conhecidos por essas nações no Leste Europeu, para liberar avivamento, enquanto Tal e Roni fortalecem as conexões, buscam construir outras e se preparam para futuras conferencias nessas nações.

Alma por Alma

Asher Intrater se aprofunda no significado da palavra “alma” e ensina sobre o sacrifício de Yeshua pelas nossas transgressões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.