O Que a Geração do Milênio Realmente Deseja

Publicado em: 01/08/2016 Categorias: 2016 / Revive Israel

Cody Archer e Andrew Ben-Arii

Em 1 Samuel 13.19-22, vemos o povo de Israel numa complicação perigosa, sem qualquer condição de se defender de seus inimigos:

“Ora, em toda a terra de Israel não se achava um só ferreiro; porque os filisteus tinham dito: Não façam os hebreus para si nem espada nem lança. … Assim, no dia da peleja, não se achou nem espada nem lança na mão de todo o povo que estava com Saul e com Jônatas; acharam-se, porém, com Saul e com Jônatas seu filho.”

Cremos que, para todo o corpo do Messias ao redor do mundo, essa é uma figura profética das circunstâncias perigosas em que nos encontramos hoje. Assim como o rei Saul, temos líderes seniores com muita autoridade, unção e armas espirituais, porém poucos deles têm colocado essas armas nas mãos da próxima geração. Muitos têm construído grandes igrejas e ministérios, se tornando populares e sendo “requisitados”; no entanto eles geralmente viajam o mundo ministrando e construindo seu próprio ministério sozinhos – sem preparar e levantar filhos e filhas espirituais para um dia assumirem e expandirem o que eles começaram.

Ser um ferreiro não é um trabalho fácil ou desejável. Poucos notam você ou o seu trabalho. Não é uma opção de carreira bem remunerada. Quem quer labutar no calor de uma fornalha escaldante, dia após dia, para colocar armas nas mãos dos heróis da próxima geração, sabendo que a sua própria honra e glória não serão proclamadas em alto e bom som hoje?

Verdadeiros Líderes Preparam Outros Líderes

O sucesso de muitas congregações e ministérios ao longo dos próximos 25 anos depende em grande parte de líderes seniores equiparem e fortalecerem intencionalmente a próxima geração de líderes. Se isso não acontecer, muitos ministérios populares hoje não existirão daqui a 25 anos.

Sendo a chamada “geração do milênio” (aqueles que nasceram entre o começo da década de 80 e o início da década de 2000), vemos em nossa geração um desejo de aprender como lutar, como liderar e como fazer o reino de Deus avançar. Contudo, a falta de preparação e treinamento pessoais baseados em relacionamento parece ser o grande obstáculo para prosseguirmos. Admiramos nossos líderes bem estabelecidos que possuem anos de experiência e sucesso, e a ideia de seu bastão de liderança e supervisão de repente ser passado para nós ou é uma ideia avassaladora ou ficamos completamente desinteressados. Isso acontece porque antes de esse processo de transferência poder ser realizado, precisamos trabalhar junto com nossos líderes seniores e aprender na prática o que fazem e como o fazem. Ainda mais do que isso, queremos que sua visão, seus valores e sua paixão sejam transmitidos a nós. Somente então, com a quantidade certa de investimento relacional e preparação prática oferecidos por nossos líderes seniores durante muitos anos, ficaremos confiantes e preparados o bastante para tomar o bastão quando estiverem prontos para passá-lo.

Sem Tempo a Perder

Estamos caminhando em direção à maior batalha espiritual da história humana. As maiores pressões e desafios que o corpo global do Messias já enfrentou, junto com o maior avivamento e colheita espiritual já vistos estão batendo à nossa porta. Devemos começar a colocar urgentemente armas nas mãos da próxima geração e isso precisa se tornar uma prioridade AGORA. Vai exigir muito tempo, esforço e humildade, mas não temos nenhuma outra opção. Sem os corações da geração mais velha e mais jovem se voltando uma à outra, abrimos a porta para uma maldição global (Ml 4.6).

Como representantes da nossa geração, estamos pedindo a sua ajuda. Não podemos fazer isso sozinhos. Juntos, podemos impedir o progresso dessa maldição e dar as boas-vindas a um novo tempo de retidão e bênção por todo o mundo. Não apenas precisamos da sua ajuda; nós a desejamos. Você pode atender ao clamor da geração mais órfã que o mundo já viu? Você continuará se esforçando para conquistar nossos corações mesmo depois de o rejeitarmos? Não desista de nós. Nós nos importamos muito mais do que você pode imaginar.

(Observação: Somos privilegiados por servir sob a supervisão e ao lado de Asher Intrater. Ele é um líder sênior raro hoje que está treinando e liberando líderes jovens com muito fruto. O corpo do Messias ao redor do mundo tem muito a aprender a partir do seu exemplo nessa área.)

Restaurando a Eficácia do Confronto Moral

Asher ministra na Immanuel’s Church em Silver Spring, MD, uma mensagem de esperança e também sobre a urgência da redenção para a igreja nos EUA. Ouça aqui.

Conheça a Equipe: Aviram

Esta semana, conheça o diretor de Yeshua Chai TV da equipe Revive Israel, Aviram Eldar.
Legendas disponíveis em coreano, japonês, italiano, francês e holandês. Assista aqui.

Marido, Filho e Rei

Asher Intrater

Há muitos símbolos na Bíblia descrevendo o povo de Deus. Alguns falam sobre nós como um “corpo” ou uma “árvore” ou como “pedras vivas” e assim por diante. Três desses símbolos usam uma ilustração mais pessoal:

  1.  Noiva
    2.    Família
    3.    Reino.

Em cada um desses três, Yeshua como o Messias desempenha um papel central. Se somos uma Noiva, Yeshua é o Noivo, ou Marido. Se somos uma família, Yeshua é o Filho (o primogênito do Pai). Se somos cidadãos no Reino de Deus, Yeshua é o Rei.
Yeshua define quem somos no relacionamento com Ele. Definimos quem Ele é nesse relacionamento conosco. Yeshua possui muitos papéis, e cada um necessita de uma revelação especial própria para entender quem Ele é e quem nós somos. Esses três estão destacados aqui:

  1.  Marido – para a Noiva
    2.    Filho – na família de Deus
    3.    Rei – do Reino Messiânico.

Vamos receber a revelação sobre Yeshua e nos relacionar com Ele em todas essas três maneiras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *