O POVO MIAO (Mulao Jia) precisa conhecer a Cristo!

Publicado em: 01/04/2014 Categorias: Missões

miaoTerreno irregular e restrições governamentais têm impedido, juntamente com outras barreiras, que 34.600 Mulao Jia, do leste da província de Guizhou, conheçam o Deus de amor.

Pouco se sabe sobre o povo Mulao Jia, que não deve ser confundido com os Mulao da província de Guangxi. As aldeias dos Mulao Jia estão situadas sobre os montes íngremes de Majiang, Kaili, Huangping, Duyun, Fuquan e Weng’na, municípios de Guizhou, principalmente entre os grupos Miao e Han. Seus vizinhos muitas vezes se referem a eles como Miao, embora o Mulao Jia rejeite essa identidade, vendo-se como um grupo de pessoas em separado.

A origem da língua Mulao Jia é desconhecida, sendo que muitas de suas comunidades já esqueceram sua língua nativa, utilizando hoje o chinês. Eles adotaram ainda costumes locais dos Han, incluindo a celebração de certos festivais. Mas há uma característica única através da qual são ainda conhecidos: sua habilidade em manufaturar facas. Quando um casal concorda em se casar, os pais muitas vezes negociam um dote calculado em gado. Quanto mais gado a família possui, melhor a sua posição diante dos outros moradores da vila.

Os Mulao Jia veneram uma série de espíritos e falsos deuses, incluindo arroz, água, árvore e espíritos da floresta. Rituais complicados são realizados durante casamentos, funerais e outros eventos importantes para apaziguar os espíritos. Presos em servidão pelos demônios, os Mulao Jia precisam desesperadamente conhecer a Deus, que quer libertá-los. 

Motivos de Oração:

• Ore para que Deus dê ao povo Mulao Jia desejo de conhecê-lo.

• Ore para que Ele leve cristãos, Bíblias e programas de rádio às suas vilas para que eles ouçam as Boas Novas. Ore para que Deus lhes dê sonhos e visões que apontem para a Sua verdade. Assim, quando eles ouvirem o evangelho, aceitem Jesus como Salvador.

• Ore para que Deus levante crentes com corações voltados ao povo Mulao Jia, a fim de que lhes apresentem o evangelho de uma forma facilmente compreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *