Me Too (Eu Também)

Publicado em: 09/11/2018 Categorias: 2018 / Revive Israel

Asher Intrater

Todos são afetados de alguma forma por pornografia, aborto, assédio sexual, homo-les-bi-trans, divórcio, adultério, pedofilia, entretenimento carnal, propaganda sensual e assim por diante.

Às vezes também me sinto “abusado” por toda essa confusão metrossexual (“Me Too”, Eu também). Imagens que nem quero ver parecem “surgir de repente” e aparecem em todos os lugares.

Todo mundo quer fazer sua própria “coisa”, mas ninguém quer que alguém imponha sua “coisa” a eles.Eles dizem: “Tenho o direito de fazer o que eu quiser”. Eles não perguntam: “Qual é a coisa certa a fazer?”.

Qual Caminho Seguir?
Parece-me que há apenas um caminho para sair dessa confusão moral e do labirinto sexual: um homem se casa com uma mulher, eles se amam, permanecem fiéis um ao outro, juntos criam seus filhos, ensinam seus filhos a fazer o mesmo.

Soa simplista demais. No entanto, tentei pensar em todas as outras inúmeras possibilidades e nenhuma delas parece funcionar. Qualquer outra opção causa danos enormes – emocional, social, física, econômica e moral…

Uma Família
Deus é chamado nosso “Pai celestial”, somos seus filhos. Yeshua é chamado nosso noivo celestial, somos sua noiva. Nós homens devemos ser pais amorosos aos nossos filhos e maridos amorosos às nossas esposas.

Casamento e família só funcionam quando estão cheios desse tipo de amor gracioso, generoso e altruísta. O amor divino pode curar o desvio sexual. Fé, casamento e família parecem se encaixar em uma única imagem que é tanto saudável quanto natural.

Isso não faria tudo funcionar bem?

Nosso Papel na Guerra Espiritual

Asher Intrater fala sobre o nosso papel em liberar os anjos para guerra espiritual e abrir os céus de tal forma que o retorno de Yeshua fique mais próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *