Judeus e Gentios – O Mistério da Unidade

Publicado em: 20/01/2015 Categorias: 2015 / Revive Israel

Asher Intrater

Romanos 11 e Efésios 3 são passagens paralelas, porém opostas. Elas desvendam o mistério do relacionamento entre judeus e gentios, Israel e as Nações; um mistério que vem desde as duas alianças de Noé e Abraão. A aliança de Noé veio primeiro e estava ligada ao plano mestre de Deus para as Nações. A de Abraão veio mais tarde e tinha a ver com o plano mestre de Deus para Israel. O sinal da aliança Noaica foi o arco-íris; e o da Abraâmica foi a circuncisão.

Romanos 11 e Efésios 3 tratam do plano mestre de Deus para o remanescente messiânico de Israel e para a Igreja internacional das Nações. O remanescente messiânico é a solução de Deus para Israel. A Igreja internacional é a solução de Deus para as Nações. Romanos 11 fala sobre a atitude da Igreja em relação a Israel. Efésios 3 fala sobre a atitude de Israel em relação à Igreja.

O Mistério

Israel e a Igreja são distintos, mas se tornaram um, assim como um homem e uma mulher são distintos, mas se tornam um. Isso é um mistério. O mistério do relacionamento flui em ambas as direções. Portanto, tanto Romanos 11 quanto Efésios 3 falam de um mistério.

Romanos 11.25: “Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério…”

Efésios 3.3, 4, 5: “pois, segundo uma revelação, me foi dado conhecer o mistério… o mistério de Cristoo qual, em outras gerações, não foi dado a conhecer aos filhos dos homens, como, agora, foi revelado…”

Um mistério geralmente envolve dois elementos diferentes que se tornam um. O que é óbvio do lado A é um mistério para o lado B; e vice-versa. Um não entende o outro, porque são diferentes. A fim de se tornarem um, A tem que entender B; e B tem que entender A. Quando começam a entender um ao outro, é uma revelação. O mistério de A torna-se uma revelação para B; e o mistério de B torna-se uma revelação para A.

Israel é um mistério para a Igreja, e a Igreja é um mistério para Israel. Israel precisa de uma revelação sobre a Igreja, e a Igreja precisa de uma revelação sobre Israel. Cada um tem que se humilhar em relação ao outro, para que os dois alcancem a revelação. Revelação exige humildade, porque envolve compreender o ponto de vista do outro. Cada um entende o seu próprio ponto de vista, mas não o do outro.

A Revelação

Romanos 11 descreve a Igreja internacional tendo uma revelação do remanescente judeu messiânico. Efésios 3 descreve o remanescente messiânico tendo uma revelação da Igreja internacional. A revelação de Romanos 11 para a Igreja sobre Israel resulta na salvação de Israel.

Romanos 11.26: “E, assim, todo o Israel será salvo.”

Quando a Igreja atinge a sua plenitude, ela obtém a revelação sobre Israel, o que, por sua vez, resulta na salvação de Israel. “E, assim” todo o Israel será salvo. A salvação de Israel depende de a Igreja chegar à sua plenitude e ter essa revelação sobre Israel.

Semelhantemente, quando o remanescente messiânico chegar à sua plenitude, eles receberão revelação sobre a Igreja internacional, fazendo com que a Igreja alcance o seu destino completo.

Efésios 3.10: “… para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais.”

(O “para que” de Efésios 3.10 é paralelo ao “e, assim” de Romanos 11.26.)

A ecclesia internacional revela a maravilhosa sabedoria de Deus. O seu símbolo é um arco-íris, pois essa ecclesia é colorida, harmoniosa, unida, celestial, gloriosa – brilhando com a luz da face do sol. O símbolo de Israel é a circuncisão, porque o nascimento físico do Messias, assim como o seu retorno físico à Terra, acontece por meio de Israel.

O Casamento

A revelação de Paulo não foi que os gentios podiam ser salvos. Pedro entendeu isso muito antes naquela visão do lençol descendo do céu (Atos 10-11). A revelação de Paulo foi que os cristãos gentios se tornariam um enorme corpo internacional, e que passariam a ser parceiros com os mesmos direitos de Israel.

Efésios 3.6: “que os gentios são coerdeiros, membros do mesmo corpo e coparticipantes da promessa em Cristo Jesus por meio do evangelho.”

Foi difícil para os primeiros judeus messiânicos aceitarem que os gentios podiam se tornar coparticipantes com eles. Eles pensavam que os gentios eram menos importantes. Eles precisavam se humilhar para compreender a beleza e a importância da Igreja internacional. Hoje, nós, judeus messiânicos, precisamos fazer o mesmo.

De igual forma, é difícil para a Igreja entender a importância de Israel. A Igreja é muito espiritual e numerosa (Apocalipse 7.9). Contudo, parte do destino da Igreja é ser “enxertada” em Israel (Romanos 11.17). Israel veio primeiro. A Igreja nasceu de Israel e é inserida em Israel. Israel e a Igreja foram “feitos” um para o outro.

A plenitude da Igreja libera a salvação de Israel; e a plenitude de Israel libera o destino da Igreja.

Andando em Pureza Sexual – Chave nº3

Neste quarto vídeo de uma série de quatro, Cody fala sobre a importância dos filtros da Internet para combater o vício da pornografia. Para assistir em inglês:
http://youtu.be/LRJJrtegUmk?list=PLrQIjPM4N0r0ezOAEyQpGbqvHd6mhSy7L

Aumento na imigração francesa para Israel

A imigração judaica para Israel atingiu o maior pico dos últimos 10 anos em 2014 com um total de 26.500 pessoas fazendo Aliyah. A França foi a fonte número um com 7 mil recém-chegados que saíram de lá em 2014, comparados com 3.293 em 2013. A comunidade judaica francesa tem 500 mil pessoas. Na América o número é muito maior, por volta de 6 milhões, porém apenas 3.230 judeus americanos imigraram para Israel em 2014.

A Ucrânia veio em segundo lugar com 5.105 judeus vindo para Israel em 2014.

Karin Amit, um pesquisador do Instituto do Centro Acadêmico Ruppin para Imigração e Integração Social que estudou os imigrantes franceses disse: “a imigração francesa é puxada pelo crescente antissemitismo na França e por questões econômicas, mas também pela profunda ligação dos judeus franceses com Israel, sionismo e judaísmo”.

As cidades que mais receberam novos imigrantes são: Tel Aviv, Netanya e Jerusalém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *