Humildade e Batalha Espiritual

Publicado em: 22/08/2020 Categorias: 2020 / Revive Israel

Asher Intrater

O primeiro princípio da batalha espiritual é humildade. Sempre que percebemos que estamos em uma batalha espiritual, a primeira coisa a ser feita é nos humilhar. A maioria das pessoas acredita que batalha espiritual é feita por meio de orações agressivas e gritos com o diabo. Isso pode até acontecer, mas se não compreendermos o papel da humildade e da submissão, nossa batalha espiritual se transformará em uma derrota vergonhosa.

Tiago 4.6-7, 10
Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará.

Observe nesses versículos que a submissão e a humildade são uma parte necessária, ou um pré-requisito, para resistir ao diabo. E resistir ao diabo depende diretamente da atividade paralela de nos humilhar.

A razão para isso é que a própria essência do diabo está vinculada ao orgulho. O orgulho é a motivação do diabo. Portanto, essa também é a área de atuação em que ele é especialista. Se você tem orgulho, então sua vida tem uma porta aberta para as estratégias do diabo. Seu orgulho o torna um alvo fácil para os ataques do diabo.

Quando o diabo veio até Adão e Eva no Jardim do Éden, ele os atraiu com o orgulho espiritual (“sereis como Deus” – Gn 3.5) e orgulho intelectual (“conhecendo o bem e o mal” – Gn 3.5). Orgulho intelectual e espiritual ainda são as raízes da atividade demoníaca até hoje. Quando resistimos a esses dois tipos de orgulho, ao nos humilharmos e nos submetermos, fechamos a porta para as atividades do diabo.

O orgulho, que é demoníaco, pode nos levar à rebelião e à divisão. A Bíblia nos diz que quando Satanás decidiu atacar a Deus, sua rebelião foi alimentada por seu orgulho.

Ezequiel 28.17
Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria.

A palavra “elevado” foi traduzida do hebraico “gaavah”, que tem uma raiz semelhante à palavra “ga’avah” que significa orgulho. O orgulho pode nos levar a ter atitudes ruins em relação aos que têm autoridade sobre nós e pode, por fim, causar divisão. A maioria das divisões na igreja é causada pelo orgulho. Se uma das partes se humilhar, as divisões praticamente acabam.

Yeshua nos ensinou que qualquer reino dividido contra si mesmo cairá (Lucas 11.17). O diabo tem por objetivo derrubar o reino de Deus. Ele faz isso por meio de divisão e rebelião. E a divisão e a rebelião se originam no orgulho. O orgulho é o terreno fértil para as sementes do diabo. Quando nos humilhamos, negamos esse terreno ao diabo.

Muitas vezes, o orgulho é utilizado para encobrir insegurança pessoal ou medo de rejeição. Quando uma pessoa se sente insegura, pode inchar-se como um “baiacu” para esconder sua falta. Uma pessoa que consegue se humilhar está, na verdade, mostrando um certo grau de integridade psicológica e força interior.

Um dos sintomas da utilização do orgulho para encobrir a insegurança é a tendência da pessoa se “ofender” (às vezes, uma pessoa quer esconder seu orgulho e insegurança dizendo “sou muito sensível”). É difícil encontrar uma palavra para “ofendido” no hebraico. Uma maneira de dizê-lo é ter o “orgulho ferido” ou “honra insultada”. Uma pessoa que não tem muito orgulho não se ofende facilmente.

Às vezes, aquela pessoa que tem plena certeza de estar com a razão é a mesma que está contaminada pelo orgulho, tornando-se assim a fonte do problema. A pessoa ofendida, talvez a mais inteligente, a mais ungida ou a causadora da divisão pode ser a mesma que está sendo um instrumento do diabo.

Vamos verificar nosso coração com a orientação do Espírito Santo e ser rápidos em ajustar todas as áreas carentes de correção e arrependimento.

Transmissão Global ao Vivo de Israel

Adore e receba uma mensagem poderosa de nossa equipe do Revive Israel ainda hoje. Somos abençoados por podermos nos conectar com a família de Deus em toda a Terra. Por favor compartilhe isso com seus amigos. Ajude-nos a alcançar mais pessoas que precisam de encorajamento e de edificação. “…Contudo, tu és santo, entronizado entre os louvores de Israel” (Sl 22.3).

Assista aqui.

Uma resposta para “Humildade e Batalha Espiritual”

  1. Adriane do Carmo Viegas disse:

    Esses textos tem edificado muito a minha vida, que Deus os abençoe irmãos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *