Expectativa e Preparação

Publicado em: 09/05/2012 Categorias: Arauto / Esperança de Avivamento

Arauto - Ano 13 - nº 01 - Jan/Mar 1995

Por: D. Macintyre

Quando estudo este grande Livro de Deus, a Bíblia, vejo através dele, da primeira até a última página, uma linha geral da verdade. Esta verdade é a “preparação.”

No princípio vemos Deus preparando uma terra para receber o homem, depois preparando o homem para tomar conta da Sua criação. Mais tarde, vemos Deus preparando um lugar para o Seu povo, mas primeiro o povo precisa ser preparado para receber Sua bênção. Olhe para a vida de José. Deus lhe fez uma grande promessa, mas primeiro José teve que ser preparado durante vinte longos anos de humilhação antes que Deus pudesse conceder a José a bênção que preparara para ele.

Deus queria abençoar Seu povo Israel e livrá-lo da opressão do Egito, mas primeiro Ele tinha que encontrar um homem para usar. Ele encontrou Moisés, mas antes que Moisés pudesse ser o salvador para Israel e libertador do seu cativeiro, Deus tinha que prepará-lo. Isto levou quarenta anos. Deus nunca tem pressa. Ele sempre leva tempo para preparar a bênção e depois preparar o povo, deixando-o em condições de receber a bênção.

A Deus aprouve abençoar este mundo com Seu grande perdão e Sua graciosa salvação. Primeiro, entretanto, Ele tinha que preparar uma filha virgem para dará luz Seu único Filho. Depois Ele teve que preparar aquele Filho. Vemos o início desta preparação de Jesus quando Ele tinha doze anos e depois não ouvimos Dele até o começo de Seu ministério, quando tinha cerca de trinta anos.

Depois, antes que Jesus começasse Sua grande obra, Deus tinha que preparar o povo para receber o que Jesus estava para trazer-lhes. Assim sendo, Deus enviou um outro homem, preparado “desde o ventre de sua mãe,” na pessoa de João Batista, para “preparar o caminho do Senhor, endireitar Suas veredas.” João veio para pregar a remissão dos pecados através do arrependimento e batismo. Ele profetizou a respeito daquele que havia de vir: “O que vem depois de mim é antes de mim;” o Cordeiro, “preparado desde a fundação do mundo.”

A Preparação De Hoje

O Deus do céu está preparando novamente. Ele está preparando para enviar Seu Cristo a este mundo uma última vez: a visita final, o dia final da vitória, o dia do triunfo sobre todos os Seus inimigos, e o dia de grande júbilo para todos aqueles que anseiam ser reunidos para irem ao seu lar com Ele. Ele está voltando! Ele estará preparado!

Todos estes milhares de anos de preparação apontam para este último e grande dia do Senhor. Assim como Ele já fez através dos tempos, Deus está preparando Sua bênção para o Seu povo, e ao mesmo tempo está preparando Seu povo para estar em condições de recebê-la.

A Bíblia fala sobre dez virgens. Cinco eram sábias, cinco eram tolas. As sábias estavam preparadas para a vinda do noivo. Elas não eram preguiçosas, nem tratavam a vinda iminente dele com leviandade. Elas eram diligentes e trabalhadoras, preparando azeite suficiente para suas lâmpadas e reservando o máximo que conseguiam guardar.

As cinco tolas não eram assim. Elas sabiam que Ele já vinha mas preferiram brincar. Elas tinham azeite em suas lâmpadas mas não queriam ter o trabalho extra de providenciar bastante azeite de reserva. Estavam felizes com o que tinham e não achavam necessário ir ao ponto que suas cinco sábias irmãs tinham ido.

Mas o noivo demorou! As cinco tolas não tinham contado com isso. Suas lâmpadas se apagaram! É verdade, de repente caíram em si e, de maneira realista e sincera, se deram conta de sua falha, mas seus esforços de última hora para conseguir o que precisavam foram insuficientes e tardes demais. Enquanto estavam fora, o noivo tão aguardado voltou inesperadamente, como “um ladrão na noite” e fechou a porta atrás de si. Somente as cinco virgens preparadas ficaram do lado de dentro. As cinco despreparadas foram trancadas para fora!

Exortação À Preparação

Ouça as palavras de dois apóstolos e veja como suas palavras vibram com a “preparação.”

“O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender- se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão da noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.

“Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato e piedade aguardando e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?

“Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Pelo que, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz” (II Pe 3:9-14).

Isto não ressoa de exortações para se preparar, preparar-se diligentemente, para que possamos ser encontrados em paz, sem mancha e irrepreensíveis?

Você Está Se Preparando?

Você está se preparando para este que será o maior de todos os eventos? Você está buscando a Deus diariamente para que Ele o prepare, o purifique, o limpe de toda mancha, de tudo que é repreensível, para enchê-lo com o Espírito Santo e fazer Seu próprio fruto florescer em sua vida? Você está se despindo das coisas deste mundo tão passageiro e se enchendo das coisas do céu, das coisas eternas?

Se a sua alma está sendo preparada para ir ao céu, se é aí que o seu coração está, então as coisas de Cristo estarão gradativamente se tornando mais importantes para você, ganhando cada vez mais a sua atenção, o seu tempo, sua energia, seus esforços e pensamentos ao passo que as coisas deste mundo, as atrações, diversões e distrações terrenas estarão diminuindo e ficando menos importantes, chegando a ser triviais.

Estes são sinais de um povo que está sendo preparado. A vida de oração estará aumentando de intensidade. O tempo a sós com Jesus, seu Salvador, será um tempo gostoso, um tempo ansiosamente aguardado, um tempo reservado zelosamente. O Livro de Deus terá substituído os outros livros. O tempo gasto no estudo será revigorante, fortalecedor e levará a pessoa a um conhecimento maior de Cristo e a um entendimento mais profundo de suas próprias necessidades. A Bíblia será viva. Ela parecerá permear sua mente, ensinando, encorajando e mudando-o a cada dia, preparando-o.

Não há como não identificar aqueies que estão preparados. Os seus corações estão cheios de Deus. Eles estão ansiosos para que’Deus derrame Seu Santo Espírito sobre este mundo, para que haja uma grande colheita de almas. Suas orações estão cheias de nomes de pessoas amadas, de conhecidos, companheiros de trabalho e vizinhos que ainda não conhecem a Deus. Eles clamam por misericórdia sobre estas pessoas, para que o Deus do Céu as prepare para o Seu grande reino também.

Deus está preparando Sua noiva, a Sua Igreja, para suas bodas!

Sejamos honestos conosco mesmos e sondemos cuidadosamente e com muita oração as nossas vidas. Podemos ter tido uma experiência com Deus em algum tempo no passado, mas não vamos ser saudosistas, olhemos para hoje, para o agora, o momento em que você está lendo este artigo. Você sente a mão de Deus sobre você como a argila sente a mão do oleiro, dando forma, trabalhando, moldando e transformando-o em alguém muito diferente do que era. alguém cada vez mais parecido com Cristo?

Você se sente mais perto Dele a cada dia? As coisas de Deus, isto é, a oração e Seu Livro e o serviço para a humanidade, estão se tornando mais importantes para você? As coisas deste mundo estão desaparecendo a cada dia que passa? Seja honesto. Sonde e veja.

Se você descobrir, com toda a sinceridade, que não sente que está sendo preparado, não se desespere, pois Deus não deseja que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento, ávida e à fé. Comece exatamente aonde Deus começa. Comece pelo arrependimento. Arrependa-se de qualquer preguiça de sua parte. Arrependa-se de sua falta de urgência para com sua alma e o céu. Escolha caminhos retos para os seus pés. Peça a Deus, com toda a sinceridade que puder, para que o purifique e o prepare, para expor-lhe, pela Sua Palavra, suas faltas, suas falhas, seus erros. Acima de tudo, peça a Ele que o limpe deles e o faça mais parecido com Cristo a cada dia.

Purifique o seu coração. Peça-Lhe para fazer de você um servo adequado para Seu templo, uma casa preparada paráSeu Espírito. Persevere nisso. Gaste tempo, arranje tempo e seja diligente sobre isso como Paulo o foi. Ele disse: “Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”

(Fl 3:14). Ele se esforçou para prosseguir, “aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar para si mesmo um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras” (Tito 2:13).

Àquele que é capaz de fazer muito mais abundantemente acima de tudo o que podemos esperar, pedir ou pensar, recomendo a você e aos seus. Amém.

Maranata!

Quando o Filho de Deus veio ao mundo há quase 2.000 anos atrás, o mundo todo foi totalmente indiferente ao seu significado. Porém, Sua vinda mudou o curso da história da humanidade. Ele está voltando, e voltando em breve! A Bíblia declara isso! A profecia cumprida o prova.
E, novamente, o mundo está indiferente. Mas Ele está voltando e, mais uma vez, a história da humanidade será mudada, pois Ele está voltando como o Rei dos reis e Senhor dos senhores. O Seu Trono será estabelecido com justiça e Ele reinará sobre toda a terra.

Amados, o que isto significa para você?

“E a si mesmo se purifica todo o que nele tem esta esperança, assim como ele é puro” (I João 3:3).

Esperei na Tua Palavra

A esperança é um meio muito poderoso de nos fortalecer em oração. Quem oraria se não tivesse esperança alguma de que Deus o ouviria? Quem não oraria se tivesse uma boa esperança de uma resposta abençoada para suas súplicas? A esperança do salmista estava firmada na palavra de Deus, e este é um ancoradouro seguro, porque Deus é a verdade, e Ele nunca deixou de cumprir Suas promessas nem mudou o que saiu de Sua boca. Aquele que é diligente em oração nunca perderá sua esperança.
C. H. Spurgeon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *