Êxodo e Apocalipse

Publicado em: 26/01/2016 Categorias: 2012 / 2016

Daniel Juster

Acredito que o livro de Apocalipse revela um cenário de juízos nos últimos dias logo antes da volta de Yeshua. Sim, o livro mostra socorro e conforto aos santos que estão sob perseguição e assegura-lhes os justos juízos de Deus — em todas as épocas; os selos também podem ser atribuídos a muitos períodos da história. No entanto, à medida que caminhamos em direção às Trombetas e às Taças da ira de Deus, são retratados níveis de juízo que ultrapassam tudo o que já foi visto na história.

O padrão bíblico mais importante para esses juízos pode ser visto na libertação de Israel na Páscoa e no Êxodo. As pragas são paralelas: água se tornando sangue, escuridão, insetos (quantidade sobrenatural de gafanhotos), furúnculos, feridas doloridas e morte (Ap 8, 9, 16). Os juízos das sete trombetas são paralelos a alguns dos juízos das taças da ira, mas estas têm maior intensidade e devastação (Ap. 16).

Salvação em meio ao Juízo

Em Apocalipse 7, lemos sobre um remanescente composto de 144 mil homens judeus, que é salvo e marcado para ser protegido por Deus. Isso implica que há mais pessoas além deles que serão salvas. Em seguida, encontramos aqueles que vieram de toda tribo e nação que foram salvos e estão diante do trono. Durante esse período, o evangelho eterno é proclamado a todas as pessoas da terra (14.6). Isso acontece antes das últimas taças do juízo de ira. De fato, antes da última trombeta e depois da morte dos profetas – cujo ministério é paralelo ao de Moisés e Arão, já que são eles que invocam as pragas –, Jerusalém se volta a Deus (e, consequentemente, a Yeshua). Observe este versículo poderoso:

Naquela hora, houve grande terremoto, e ruiu a décima parte da cidade, e morreram, nesse terremoto, sete mil pessoas, ao passo que as outras ficaram sobremodo aterrorizadas e deram glória ao Deus do céu.” (Ap 11.13)

Essa cidade é identificada como Jerusalém, porém é uma cidade que se tornou como Sodoma (um nome que Ezequiel também usou para Jerusalém no capítulo 16 do livro dele). Entretanto, ela agora se volta para Deus, e isso introduz os últimos juízos, as taças de ira, e a libertação de Israel e do povo de Deus ao redor do mundo.

Dias Grandes e Incríveis por vir

A progressão é muito parecida com o livro de Êxodo. O fim de tudo é que o povo de Deus entra na Terra Prometida.

Ainda não vimos tais níveis de juízo no mundo, contudo as coisas estão tão tênues que essas pragas são, de fato, possíveis. Os terroristas islâmicos estão desenvolvendo armas de guerra biológicas e planejando uma guerra nuclear. (E eles estão até trabalhando para cortar a rede elétrica do ocidente.) Parece que a segurança do mundo todo está por um fio. Mas, até logo antes da volta do Senhor após a sétima trombeta, veremos a maior colheita, os maiores milagres e a salvação de Israel. Portanto, verdadeiramente, a glória de Deus será revelada na sua salvação que acontece no meio do juízo. Israel está no olho do furacão.

————————————————–

Estabelecendo o Seu Reino na Terra

Nesta mensagem da conferência Aglow 2015 Global, Asher compartilha sobre o reino vindouro de Yeshua e nosso papel como cristãos em nos unirmos a ele agora para que o seu reino avance por toda a terra.

Para adquirir mensagens da conferência Aglow 2015 Global:
http://www.mcssl.com/store/cart31/all-conferences/2015-conferences/aglow2015

Para assistir em inglês:

————————————————–

Espírito Santo e o Dilúvio

Chaim Zingerman

Quando veio o dilúvio sobre a terra no tempo de Noé, ele veio de duas direções – as águas subiram, quando as fontes do grande abismo romperam, e as águas desceram do céu, quando choveu por 40 dias e 40 noites (Gn 7.11-12).

Isso também é verdade do Espírito Santo. Ele, o Espírito de Deus, não vem até nós apenas do céu: “… derramarei o meu Espírito sobre toda a carne” (Joel 2.28), mas ele também sobe de dentro do cristão, como nos versos a seguir:

“…a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.” João 4.13-14 

Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito…” João 7.38-39

————————————————–

Shalom a todos da Ásia!

Ariel Blumenthal

Benyamin (meu filho de 3 anos de idade) e eu estamos na Coreia para outra Conferência de “Ajuntamento”. Esses Ajuntamentos em vários países – bem como Ajuntamentos Globais como aquele que aconteceu na Alemanha no ano passado – estão gerando um impacto tremendo em trazer unidade e um senso de família ao Corpo. Não é pouca coisa reunir um número tão grande de pessoas de tantas nações e origens diferentes, e ainda assim ver tamanha unidade espiritual e avanço no Espírito Santo. Por favor, ore por nós (de 19 a 22 de janeiro) pois estivemos com muitos da Coreia e de outros países asiáticos para buscar ao Senhor pela Coreia nesse período.

No dia 23, retornamos à nossa casa em Xi’an (na China) para nos instalarmos para o feriado do Ano Novo Chinês e nos prepararmos para o restante de 2016. Por favor, ore conosco por sabedoria para tomarmos decisões estratégicas para nosso plano de estudo, ministério, e vida em família para o próximo ano na China. A família Blumenthal envia um abraço com muito amor a todos vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *