Exército do Norte

Publicado em: 10/10/2015 Categorias: 2015 / Revive Israel

Asher Intrater

A geografia da nação de Israel é de tal forma que uma grande invasão por terra só pode acontecer pelo norte. Do lado leste e sul, tem montanhas e desertos. No oeste, tem o mar. Descendo a partir do norte, antes de atingir a cordilheira central na Judeia e Samaria, chega-se a uma vasta planície aberta no vale de Jezreel ao redor de Megiddo. Esse é um lugar natural para uma grande batalha. O nome Armageddon deriva-se de Har Megiddo.

A Bíblia fala sobre a entrada de exércitos estrangeiros vindos do norte:

Jeremias 1.14 – Do Norte se derramará o mal sobre todos os habitantes da terra.

Joel 2.20 – Mas o exército que vem do Norte, eu o removerei para longe de vós.

Ezequiel 38.15 – Virás, pois, do teu lugar, dos lados do Norte (Gogue e Magogue).

Na década de 1990, as forças militares americanas no Iraque formaram certa barreira contra o movimento de grupos terroristas na área. Quando foram removidas, houve um reagrupamento de extremistas islâmicos naquela região. Eventualmente, o ISIS foi formado e consolidou forças num grande território do Iraque e da Síria. Eles começaram a atacar o regime de Assad na Síria que estava sendo sustentado pelo Irã. Por isso, o Irã e seu grupo terrorista no Líbano, Hezbollah, começaram a reagir. Na semana passada, as forças da Rússia pousaram na Síria, visando restabelecer a sua influência na região.

Resumindo, atualmente, na área da Síria, imediatamente ao norte da fronteira com Israel, estão reunidas tropas militares e terroristas ligadas a: Al Qaeda, ISIS, Assad, Rússia, Hezbollah e Irã. Elas estão todas lá lutando umas contra as outras, bem ao lado da fronteira norte de Israel. Vamos orar para que elas permaneçam divididas (Lucas 11.17). A única questão em potencial que poderia uni-las é o desejo em comum de apagar Israel do mapa.

Na semana retrasada, Khamenei, o líder espiritual do Irã, proclamou que dentro de 25 anos, Israel deixaria de existir. Sinto certa “inspiração demoníaca” na sua “profecia de 25 anos”. Isso pode acontecer – mas justamente com o resultado oposto: que dentro de 25 anos, a coalizão maligna do norte se unirá para atacar Israel, desencadeando os eventos da tribulação do fim dos tempos e, no fim, a volta do Messias Yeshua em vitória e poder para restaurar o reino a Israel e governar a terra no milênio a partir de Jerusalém.

Dia da Expiação

Nossa celebração de Yom Kippur foi maravilhosa. As cinco congregações e suas lideranças estavam unidas de uma forma exemplar. As salas de reunião em Yad Hashmonah estavam lotadas. A presença e a unção do Espírito Santo durante todos os períodos de adoração e ensino eram tangíveis.

Tivemos leituras em voz alta dos livros de Jonas, Hebreus e Levítico (do rolo da Torá). Depois de jejuar o dia todo, encerramos com o toque do Shofar, com gritos de “Baruch Haba”. Desde falar em hebraico até orar em línguas, o evento inteiro teve uma natureza profética, repleto de amor e honra a Yeshua. Algo de importância histórica está acontecendo.

Quem somos nós como Ecclesia (parte 1)

Nesta mensagem, Asher fala usando o livro de Efésios sobre o chamado individual de cada membro da fé bem como de toda a igreja no plano de Deus. Como podemos estar de acordo com esse plano? Para assistir em inglês: https://youtu.be/lZ-dPANd7x0

Compartilhando com Amigos (parte dois)

Rachel Netanel

Moshe me convidou para falar para trinta dos seus alunos no Rio Jordão onde João Batista batizou Yeshua. Percebi que esse era o mesmo lugar onde Josué cruzou o Jordão para entrar na Terra Prometida. Descemos até as águas do Jordão. Em hebraico, a palavra ‘Jordão’ significa descer. O capitão sírio Naamã recebeu a ordem de ‘descer’ até o Rio Jordão. Isso significava humilhar-se. Ele teve que se humilhar para receber a cura.

No outro dia, Penina veio com duas amigas almoçar conosco. Uma delas é uma numeróloga (misticismo judaico). Li Dt 18.10-12: “Não se achará entre ti… nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortospois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR.” Ela ficou chocada e surpresa. Eu lhe disse para orar ao Deus da Verdade que ele a revelaria para ela. A outra moça pediu oração imediatamente e ela foi tão tocada que quis voltar no dia seguinte.

Na sexta retrasada, quando estávamos na vila local de Abu Gosh, um motorista árabe danificou acidentalmente toda a lateral do nosso carro. Felizmente, ninguém ficou ferido. Notei que ele tinha um coração aberto e o convidei para vir à nossa casa. Ele voltou conosco, e eu estava tão cansado, mas assim que comecei a falar sobre Yeshua, fiquei cheio de energia. Deus é incrível!

Pedidos de Oração – Ministério Internacional

No final de semana passado, Youval e Andrew da nossa equipe falaram numa congregação da escola de adoração, e visitaram os estúdios da God TV na Suíça. Depois, Youval seguiria para Paris para encontrar com nossos outros parceiros do Revive Israel.

Cody e Jakob da nossa equipe junto com Joel (líder de jovens em Ahavat Yeshua) ministrarão numa igreja e numa conferência semana que vem (30 de set – 5 de out) no Reino Unido.

Ariel da nossa equipe ministrará num país onde a situação é bem delicada no Sudeste da Ásia esta semana (30 de set – 5 de out).

Por favor, ore para que haja muito fruto enquanto eles estiverem se reunindo com os líderes locais e ministrando. Ore também por suas esposas e filhos durante esse tempo que estarão fora de casa.

Vídeo de Música – “Watchman: The Prophecy” (“Vigia: A Profecia”)

E aqui está Jeremiah com outro vídeo de música de Jerusalém! Você se lembra do nosso primeiro vídeo “Watchman” (“Vigia”) filmado na Cidade Velha. Hoje, apresentamos o novo vídeo da sequência “Watchman: The Prophecy” (Vigia: A Profecia). A história é basicamente uma visão do fim dos tempos em Jerusalém, vista pelos olhos de “Golda” após ela ser milagrosamente salva pelo Anjo Shira. Para assistir em inglês: https://youtu.be/g9uhj5Yiyl4

Para mais informações, acesse:  www.watchmanvision.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *