Duas Coisas de 2 Tessalonicenses 2

Publicado em: 03/12/2012 Categorias: 2012 / Revive Israel

Asher Intrater

A Segunda Vinda de Yeshua é mencionada duas vezes em 2 Tessalonicenses 2 (versículos 1 e 8). O “dia” da Segunda Vinda é chamado o “dia do Senhor” (versículo 2) . Essa expressão “dia do Senhor” é equivalente àquela que é usada nos profetas: “o dia de YHVH (Iavê)”.

Uma das coisas que acontecerão na vinda de Yeshua é o que comumente é chamado de “o arrebatamento”, descrito aqui como “nossa reunião com ele”.

2 Tessalonicenses 2.1
“No que diz respeito à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele…”

A Segunda Vinda de Yeshua e o Arrebatamento acontecem no mesmo dia. Outra coisa que acontece naquele dia é a destruição do “anticristo”, ou, como é denominado nesta passagem, o “homem da iniquidade, o filho da perdição” (versículo 3) ou o “iníquo” (versículo 8).

2 Tessalonicenses 2.8
“… o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca, e o destruirá pela manifestação [ou esplendor] de sua vinda.”

Nessas duas referências à Segunda Vinda, observamos que num só dia seremos arrebatados ao encontro com Yeshua (versículo 1) e o anticristo será aniquilado (versículo 8). Seremos arrebatados para o Senhor no mesmo momento em que ele destrói o anticristo. Não antes!

Se seremos arrebatados no mesmo tempo em que o anticristo é destruído, então o Arrebatamento não pode ser antes da tribulação nem no meio dela. Yeshua destrói o anticristo na sua vinda, marcando o fim da tribulação – e o momento também em que seremos reunidos com ele.

A questão crucial aqui não são os aspectos teóricos da cronologia do tempo do fim, mas o aspecto extremamente prático de saber se o Corpo do Messias estará preparado para permanecer vitorioso nessa época tão difícil. Se aprendermos que não estaremos aqui durante a tribulação, não estaremos preparados. Esse erro é tão prejudicial que Paulo se refere a ele como um dos principais “enganos” do tempo do fim.

2 Tessalonicenses 2.3
“Ninguém de nenhum modo vos engane, porque isto não acontecerá [aquele dia não virá] sem que primeiro venha a apostasia, e seja revelado o homem da iniquidade…”

A “apostasia” e a revelação do “homem da iniquidade” (o anticristo) são eventos centrais da tribulação. Paulo diz que é um engano perigoso pensar que o arrebatamento virá antes desses eventos. Devemos preparar-nos para uma batalha espiritual, para ficar firme na verdade da Palavra de Deus e alcançar a vitória pela fé no meio de provas e tribulações.

29 de Novembro
Joel Jelski

Na última quinta-feira, dia 29 de novembro, um grupo de aproximadamente 150 jovens e jovens adultos se reuniu no centro de Jerusalém para um período concentrado de oração, adoração e intercessão. Asher Intrater deu uma mensagem curta mas inspirada sobre Jerusalém e o retorno de Yeshua para a cidade dele. Dois líderes jovens e talentosos – David e Chaim – nos dirigiram nos períodos de adoração e oração.

A data de 29 de novembro tem importância histórica para o povo de Israel: foi nesse dia, em 1947, que a ONU votou para reconhecer Israel como um Estado legítimo. Não é coincidência que, 65 anos depois, a ONU escolheu a mesma data para reconhecer a Palestina como Estado legítimo. No mesmo momento, Deus estava nos usando para liberar adoração e intercessão na batalha espiritual que estava se travando simultaneamente.

Quando estávamos planejando esse encontro, fomos obrigados a adiar o evento para o dia 29, sem perceber o significado da data. Sentimos, também, fortemente que nosso foco deveria ser Mateus 23 e Jerusalém. Uma das melhores partes do encontro foi orar por avivamento e para que Deus derramasse seu Espírito na Cisjordânia e em Gaza. Embora o inimigo planeje uma coisa, Deus tem algo muito melhor reservado para essa região. Cremos que movemos os Céus e tocamos no coração de Deus nesse dia.

Reações Surpreendentes da ONU

É surpreendente…
Que houve tão pouca reação em Israel à votação recente na ONU;
Que as celebrações entre os palestinos foram tão pouco prestigiadas entre eles mesmos;
Que o Presidente Abbas escolheu um discurso com um ataque tão mentiroso e agressivo contra Israel no lugar de um que tivesse uma natureza mais estadista e pacífica;
Que após tamanha propaganda venenosa, ele tenha sido ovacionado de pé pela assembleia da ONU;
Que o embaixador israelense Prosor tenha dado uma resposta tão calma e factual;
Que, mais uma vez, só Israel é quem se refere a valores bíblicos e fatos históricos diante da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Estatística Cibernética Surpreendente

Durante os 8 dias do recente conflito militar entre Israel e Gaza, foi noticiado que houve 44 milhões (!!!) de ataques de hackers contra sites do governo israelense (Cohen/Eichner; Y-Net).

Instituto por Justiça de Jerusalém
Advocate Caleb Myers

Vale a pena ver este vídeo de 2 minutos a respeito do desvio de doações internacionais pela Autoridade Palestina.
(http://youtu.be/Ul5NHA3nEw4).

Oração pelo Novo Arcebispo Anglicano
Reverendo Vicar Cameron Collington

Una-se a nós, na Inglaterra, em oração pelo novo Arcebispo de Canterbury, Reverendo Justin Welby. Sua posição é significativo, pois ele não somente é chefe da Igreja da Inglaterra, mas também é líder espiritual de 80 milhões de anglicanos em todo o mundo. Ele já pediu oração para que tenha sabedoria ao assumir essa nova função. Há ameaças à unidade dos anglicanos por causa de desentendimentos sobre a ordenação de mulheres como bispos e casamento gay.

Welby é um homem que ama o Senhor e acredita na verdade das Escrituras e no poder do Espírito Santo. Um fato interessante é que recentemente foi revelado que seu pai, já falecido, era judeu. Embora essa ascendência fosse encoberta, em grande parte, de Welby durante seus anos de formação, oramos para que Deus use esse fato para mostrar-lhe ainda mais a importância de Israel para o avivamento mundial e que, para o bem da Igreja, o novo arcebispo possa direcioná-la para um melhor entendimento do amor de aliança do Deus de Abraão, Isaque e Jacó, que nunca falha nem esmorece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *