Curando as Feridas dos Pais

24/10/2017 Publicado por: Revista Impacto
Categorias: 2017 / Revive Israel

Curando as Feridas dos Pais

Por Asher Intrater

Os Dez Mandamentos mencionam o relacionamento entre pais e filhos duas vezes, sendo uma vez de forma positiva e a outra negativa. Não existem pais totalmente bons ou totalmente maus. Mesmo que sua influência seja de 99% em uma direção e 1% na outra, em todo relacionamento geracional existem coisas boas para assimilar e coisas más para rejeitar.

פוקד עוון אבות על בנים

Deuteronômio 5.9 – …visito a iniquidade dos pais nos filhos…

Deus não nos pune pelas transgressões de nossos pais. Entretanto, o resultado das falhas e erros de nossos pais exerce uma grande influência sobre nós. Nós temos de perdoá-los e remover a influência negativa de nossas memórias, da nossa alma e do nosso comportamento. Algumas vezes, uma pessoa repete inconscientemente os mesmos atos ruins de seus pais, ou exagera em agir num caminho extremamente oposto, que ainda significa que estamos permitindo que essa influência negativa nos domine. Existem pais abusivos, outros estavam ausentes,

כבד את אביך ואת אמך

Deuteronômio 5.16 –Honra a teu pai e a tua mãe…

Quando honramos alguém, nós nos colocamos em posição de receber boas coisas dele. Quando honramos nossos pais, recebemos a boa herança espiritual e as qualidades que eles têm a nos transmitir. A honra vai e as bênçãos voltam.

Nós precisamos “fazer as pazes” com a “herança” de nossos pais e sua influência em nossas vidas. Eu recentemente encontrei uma foto antiga de meus pais, quando eles tinham a mesma idade que meus filhos têm agora. Quando eu a vi, experimentei liberação e liberdade em meu interior. Era como se eu finalmente tivesse alcançado plena paz e alinhamento com tudo o que meus pais representam.

Este é um processo pelo qual muitos de nós passamos. A cada fase de vida de nossos filhos, entendemos a perspectiva de nossos pais sobre seu relacionamento conosco quando tínhamos a mesma idade. Isto nos dá uma espécie de “segunda chance”, de nos arrependermos, ser libertos e receber bênçãos.

Na semana passada, durante um período de oração e discussão com os homens de nossa equipe, percebemos que muitos dos problemas que enfrentamos atualmente em nossa organização ministerial, nas congregações e nos processos de tomada de decisão não têm nada a ver com o contexto mais óbvio. Têm tudo a ver com o relacionamento respectivo de cada um com seu pai.

As reações de cada um de nós não eram apropriadas ou proporcionais ao problema que estávamos enfrentando. A fim de nos tornar a pessoa que Deus planejou que fôssemos, de completar nosso destino e de dar muito fruto em nossas vidas, precisamos ser curados de nossas feridas paternas, perdoar nossos pais por seus erros e receber suas boas qualidades.

O Segredo da Oração

Asher mostra como orar biblicamente e com resultados.

Legendas disponíveis em Dinamarquês, Holandês, Inglês, Francês, Italiano, Coreano, português (BR) e Espanhol!

ASSISTA.

Recebendo o Rei da Glória – Conferência Sukkot Inédita

Joni Koski

O palestrante Benjamin Berger disse que de todas as grandes conferências das quais participou desde sua Aliya (imigração a Israel) em 1971, o Sukkot deste ano – Conferência “Seja Bem-Vindo, Rei da Glória” foi a mais importante.

Pela primeira vez, foi organizada por líderes messiânicos locais – e dirigida por Avi Mizrachi. Também tivemos outros palestrantes: Eitan Shishkoff, Asher Intrater e Reuven Berger.

A conferência foi marcada ao mesmo tempo por grande unidade local e o desejo das nações visitantes de se alinharem com Israel.

Visitantes vieram dos confins da terra e com destaque especial das Ilhas do Pacífico, que se apresentaram perante líderes locais com presentes e com louvores e danças em trajes bem coloridos.

Quando foi oferecido a um dos visitantes das Ilhas do Pacífico o novo livro de Asher “Alignment” como um presente, ele se lembrou que enquanto estava a caminho da conferência Deus havia lhe dito que voltaria para casa levando seu prumo de pedreiro. Ao receber o livro, ele entendeu o sentido profético do prumo e sua função de alinhamento.

De maneira bem dramática, durante o clímax da apresentação das Ilhas Salomão, um homem que tinha problemas de coração tragicamente morreu. Seu líder Michael, na verdade, tinha avisado o grupo que isto poderia acontecer diante da presença tangível de Deus, e a conferência se encheu do temor do Senhor.

Para o integrante do Revive Israel, Ariel Blumenthal, assistente do Mestre de Cerimônias, o auge foi quando um grupo da África abriu seus corações falando acerca da pobreza e falência da África, ligados à maldição proferida por Noé a seu filho Cão. Em resposta, os descendentes dos outros filhos de Noé, Sem e Jafé, se uniram em fé e reverteram a maldição de Cão.

A conferência, indesejada nos hotéis Kosher de Jerusalém, foi realizada em uma arena de basquete em uma cidade muçulmana amigável a Israel, chamada Abu Ghosh, próxima a Jerusalém – onde Obede-Edom guardou a Arca da Aliança por três meses (2 Sm 6.11). Enquanto as primeiras chuvas caíam após o longo verão quente de Israel, a conferência destacou claros paralelos proféticos entre trazer a arca de volta a Jerusalém e preparar o caminho para o retorno de Yeshua.

Viagem à República Tcheca/Polônia

Asher Intrater e Tal Robin estarão na República Tcheca e na Polônia nesta semana! Por favor orem por eles enquanto ministram nas seguintes conferências:

República Tcheca: 26 a 27 de outubro

Polônia: 28 de outubro

Se você estiver na região, por favor assista ao nosso vídeo-convite!

ASSISTA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *