Como ler a Bíblia

Publicado em: 02/06/2020 Categorias: A palavra é uma espada / Arauto

Arauto - Ano 38 - nº 01 - Jan/Abr 2020

Por F. B. Meyer (1847-1929)

Todo o viver cristão, na minha opinião, depende do modo como cada um lê a Bíblia para sua própria edificação. Todos os sermões e pregações, as aulas de Escola Dominical, todas as leituras devocionais extraídas da Bíblia, todas as leituras de textos de revistas e livros cristãos, nunca podem substituir o nosso próprio estudo silencioso e individual da preciosa Palavra de Deus.

Podemos medir nosso crescimento na graça pelo desenvolvimento do nosso amor pelo estudo particular da Bíblia. E podemos ter certeza de que há algo seriamente errado quando perdemos o apetite pelo Pão da Vida. Talvez tenhamos comido muitos “doces” ou feito pouco exercício físico ou respirado muito superficialmente o ar estimulante que circula nas terras elevadas da comunhão espiritual com Deus.

Aqui estão algumas regras simples que podem ajudá-lo a adquirir essa arte sagrada do estudo particular da Bíblia. Que o próprio Espírito Santo as endosse e aplique em sua vida!

Arrume tempo para o estudo da Bíblia

O divino Professor precisa de um horário fixo e um tempo reservado para se encontrar com seus alunos. Sua Palavra merece os nossos pensamentos mais focados e dedicados. Devemos dar a ele o nosso melhor, as primícias dos nossos dias. Portanto, não há tempo melhor para o estudo da Bíblia do que as primeiras horas do dia.

Não podemos dar atenção total aos pensamentos sagrados que brilham como diamantes em suas páginas se deixarmos o estudo para depois de abrir nossas cartas [no século 21, diríamos “mensagens no celular”], dar uma olhada nas manchetes do jornal e participar dos bate-papos na mesa do café da manhã. Os filhos de Israel tinham que recolher o maná antes que o orvalho secasse e o sol nascesse; caso contrário, derreteria.

Devemos, portanto, procurar garantir pelo menos meia hora antes do café da manhã, para o estudo agradável e amoroso da Bíblia. Para alguns, isso pode parecer muito tempo em comparação com o que estão oferecendo agora. Mas em breve parecerá muito pouco.

Quanto mais você lê a Bíblia, mais vai querer lê-la. É um apetite que cresce à medida que é alimentada. E você será bem recompensado. A Bíblia raramente fala, e nunca profere suas palavras mais profundas e doces, para aqueles que somente a leem correndo.

Fique atento para receber o ensino do Espírito Santo

Ninguém pode explicar tão bem o significado de suas palavras quanto aquele que as escreveu. Se você quiser ler a Bíblia do jeito certo, dê grande valor ao Espírito Santo que foi quem a inspirou por meio de homens santos. Ao abrir o livro, eleve seu coração e diga: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei” (Sl 119.18). “Fala, Senhor, porque o teu servo ouve…” (1 Sm 3.9).

Leia a Bíblia metodicamente

De maneira geral, provavelmente não haja um sistema melhor do que ler a Bíblia inteira uma vez por ano. Isso pode ser feito lendo alguns capítulos do Antigo Testamento e outros do Novo Testamento todos os dias. Leia um salmo diariamente para sua devoção e adoração pessoal. Ler Provérbios o ajudará em seu relacionamento diário com os outros.

Leia a Bíblia com caneta na mão

Frances R. Havergal foi uma famosa compositora britânica de hinos, do século 19. Sua irmã, Marie, escreveu a seguinte descrição de seus hábitos de leitura bíblica:

Frances terminava seu estudo diário da Bíblia em sua mesa de estudos até às sete da manhã no verão e até às oito da manhã no inverno. Às vezes, durante as manhãs muito frias, eu implorava que ela se acomodasse melhor durante a leitura, colocando os pés próximos à lareira. “Mas, Marie”, ela argumentava, “assim não conseguirei sublinhar as frases direito. Veja só a descoberta que acabei de fazer na Bíblia”.

Todo aquele que pesquisar encontrará coisas extraordinárias na Bíblia. Frances resolutamente abstinha-se de ficar até tarde da noite em conversas fiadas para dar prioridade ao estudo da Bíblia e à comunhão com Deus. Levantar-se cedo para estudar nas primeiras horas do dia determinava sua rotina ao longo da vida.

Sublinhe e marque a data dos versículos especiais que iluminaram seu caminho em dias especiais. Você pode traçar conexões entre um versículo e outro na mesma página, entre versículos que repitam a mesma mensagem ou ressoem com o mesmo tema. Anote as novas referências ou palavras-chave de pensamentos úteis.

Todos esses métodos empregam bastante a caneta ou o lápis e fixam nossos tesouros permanentemente para recordação. Nossa Bíblia assim se tornará um memorial precioso de experiências passadas e registrará a história da nossa vida interior.

Leia a Bíblia para edificação pessoal

Não leia a Bíblia para os outros, para a sua classe de Escola Dominical ou congregação, mas para ouvir a voz de Deus para si mesmo. Foque totalmente em seu próprio coração. Enquanto estiver lendo, peça continuamente a Deus que um ou mais versículos possam saltar da página, como a mensagem de Deus para você.

Nunca termine sua leitura até sentir que está levando a sua porção de alimento da mão que pode satisfazer o desejo de todo ser vivo.

É bom, às vezes, parar de ler e perguntar seriamente: O que o Espírito Santo deseja me ensinar aqui? Que impacto isso deve ter em minha vida? Como posso trabalhar isso na formação do meu caráter?

Acima de tudo, vá da página impressa para a oração

Se um cacho de frutas celestiais estiver ao seu alcance, apanhe-o. Se achar uma promessa na página como um cheque em branco, desconte-o. Se tiver ali uma oração, aproprie-se dela e lance-a como uma flecha a partir do arco do seu coração.

Se um exemplo de santidade brilhar diante de você, peça a Deus que realize o mesmo em sua vida. Se uma verdade for revelada em todo o seu esplendor intrínseco, peça que seu brilho possa iluminar todo a esfera de sua vida como uma estrela. Assim você virá a dizer como o salmista: “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (Sl 119.97).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *