Cinco Grandes “Todos”

Publicado em: 23/08/2019 Categorias: 2019 / Revive Israel

Asher Intrater

À medida que nos aproximamos do Fim dos Tempos e da segunda vinda de Yeshua, existem várias correntes proféticas importantes que estão se movendo em direção ao seu cumprimento. É claro que nós, em Israel, estamos olhando para o grande reavivamento prometido para o nosso povo.

  1. Romanos 11.26
    E assim TODO o Israel será salvo.

Ao orar por este evento abençoado, percebi que tal reavivamento em Israel estaria sem dúvida ligado a um derramamento mais amplo do Espírito Santo. O reavivamento em Israel e o derramamento mundial são parte de um só acontecimento.

  1.   Atos 2.17
    E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre TODA a carne

O reavivamento em Israel e o derramamento mundial representam o último estágio da grande comissão. A comissão do evangelho também chega à conclusão ao mesmo tempo.

  1. Marcos 16.15 (Mateus 28.19) 
    Ide por TODO o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura.

Quando esses três eventos chegarem à plenitude, a igreja internacional (ecclesia) entrará em sua plena unidade.

  1. João 17.21
    Para que TODOS sejam um.

A oração de Yeshua é um pedido por mais do que apenas a unidade, mas em favor da plenitude de amor, glória e santidade dentro do povo de Deus. O reavivamento em Israel, o derramamento mundial e a conclusão da grande comissão acontecem juntamente com o Corpo do Messias chegando à plenitude.

À medida que essas correntes maravilhosas chegarem à plenitude, Satanás e o mundo reagirão contra elas com toda a sua “plenitude”. As nações estarão unidas em um ataque massivo contra Israel, a fim de tentar impedir, por assim dizer, a vinda de Yeshua.

  1. Zacarias 14.2
    Pois eu ajuntarei TODAS as nações para a peleja contra Jerusalém.

O plano de Deus é “todo” inclusivo, de tudo no céu e na terra (Efésios 1.10); e todas as suas promessas se cumprirão (II Coríntios 1.20). Todos esses eventos do fim dos tempos estão ligados uns com os outros.

Omissão na Liderança

Daniel Juster achou que não deveria dar clara liderança quando os dons do Espírito estavam se manifestando em sua congregação. Até onde os presbíteros (líderes) devem tomar um papel de liderança nas reuniões públicas? Isso apagará o Espírito?

Não fique fora de um dos maiores eventos de todos os tempos!
Clique no banner para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *