Cinco Fontes de Poder

Publicado em: 04/02/2022 Categorias: 2022 / Revive Israel

UM MOVIMENTO GLOBAL DE AVIVAMENTO E RESTAURAÇÃO A PARTIR DE JERUSALÉM PARA JUDEIA E SAMARIA, CHEGANDO AOS CONFINS DA TERRA E VOLTANDO NOVAMENTE PARA ISRAEL…

Por Asher Intrater

Um verdadeiro crente em Yeshua (Jesus) tem acesso ao poder espiritual de Deus, que é santo e puro. Este poder vem de cinco fontes ou modos diferentes.

1. Cruz

Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus. – 1 Coríntios 1.18.

Esta primeira fonte de poder destrói o pecado e o egoísmo. Ela nos traz perdão. Ela destrói o poder maligno do orgulho e da luxúria. Afasta os ataques de tentação e acusação do diabo. Destrói o velho eu pecaminoso e nos dá um novo nascimento como filhos de Deus. Isso nos salva da punição no inferno e tira o medo da condenação e da rejeição.

A cruz é o primeiro e mais importante instrumento pelo qual Deus trabalha sua vontade e seu caráter em nossas vidas.

2. Ressurreição

Para o conhecer, e o poder da sua ressurreição – Filipenses 3.10.

É nos dada a vida eterna através da ressurreição de Yeshua. Deus nos dá vida abundante, tanto em quantidade quanto em qualidade (João 10.10). Através do poder da ressurreição, temos alegria, cura, vitória. É poder para viver.

Sua ressurreição destruiu todos os poderes da morte que o mantinham no Sheol (inferno) e, dessa forma, quebrará o poder da morte sobre nós (Atos 2.24).

3. Ascensão

E qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais, acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio…. – Efésios 1.19-21.

Yeshua subiu e se assentou no trono da autoridade no céu. Quando ele subiu, assentou-se à mão direita de Deus para cumprir a profecia messiânica em Salmos 110.1-2 – “Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés … Domina entre os teus inimigos.”.

A ascensão de Yeshua lhe deu autoridade como rei Messias para governar e governar. Ele governa sobre poderes e principados no céu, na terra e sob a terra (Filipenses 2.10). Ele compartilha essa autoridade conosco, aqueles que são submetidos a ele. Em seu nome, temos potencial para exercer autoridade em relação a anjos, demônios e governo humano.

Pela fé em Yeshua, não apenas somos ressuscitados dos mortos, como estamos assentados com Ele espiritualmente no céu (Efésios 2.6). Estarmos assentados espiritualmente com Yeshua nos dá autoridade profética sobre as nações, para derrubar e para construir, semelhante à autoridade que foi dada a Jeremias (Jeremias 1.10)Efésios 2 cumpre Jeremias 1, assim como Efésios 1 cumpre Salmos 110.

4. Unção do Espírito Santo

Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra. – Atos 1.8.

Deus deseja nos encher de seu Espírito. Quando o Espírito Santo vem, ele traz poder. Esse poder espiritual ou unção nos dá ousadia – ousadia de pregar (Atos 1.8; 4.29), para profetizar (Atos 2.18; 19.6), para louvar (Atos 10.46; 16.25) e para realizar milagres (Atos 4.30; 6.8).

O Espírito Santo é uma pessoa; o poder é uma coisa. É como um eletricista que traz eletricidade. Um é uma pessoa, o outro uma coisa. O Espírito Santo é Deus; o poder é energia. Nós nos submetemos ao Espírito Santo e usamos o poder que ele nos dá. Somos liderados pelo Espírito Santo (Romanos 8.14), não pelo poder.

Buscar o poder apenas para operar milagres pode levar à idolatria e à feitiçaria (Atos 8.19). No entanto, sem esse poder, não permitimos que o Espírito Santo trabalhe através de nós e nossa mensagem não passa de palavras vazias (1 Coríntios 2.4; 4.20; 12.4-6)

5. Sofrimento/Perseguição

De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte – 2 Coríntios 12.9-10.

Quando a luz de Yeshua brilha através de nós neste mundo, há uma reação igual e oposta das trevas. Esses ataques nos tornam conscientes de nossa própria incapacidade e mais dependentes da graça de Deus. Nossas motivações são purificadas e seu poder vem de forma ainda maior.

Somos chamados não apenas a crer em Yeshua, mas também a sofrer junto com ele (Filipenses 1.29; 3.10). Muitos estão dispostos a acreditar em Yeshua, mas não a segui-lo quando a obediência exige sofrimento. Esse tipo de sofrimento não é masoquismo. Não é cometer erros estúpidos (1 Pedro 4.15). É se posicionar a favor da justiça, o que causa contra-ataques do mal.

Nesses tempos de perseguição, Deus proporciona uma glória especial (Atos 6.15; 1 Pedro 4.14). Esse nível de poder de glória é necessário para que possamos romper com o reavivamento, seja em Israel ou em qualquer outro lugar do mundo. Não há reavivamento sem perseguição (Atos 14.22; II Timóteo 3.12).

Ao longo do livro de Atos, os apóstolos foram espancados, presos, rejeitados e mortos Atos 4.3 – apóstolos presos;  5.18 – presos novamente;  5.40 – apóstolos espancados;  7.58 – Estêvão apedrejado;  8.3 – Saulo ataca todas as casas;  9.23 – trama para matar Saulo;  12.1-3 – perseguição de Herodes;  13.50 – perseguição em Antioquia;  14.5 – ameaçados de apedrejamento em Icônio;  14.19 – apedrejados novamente;  16.22-23 – espancados e presos em Filipos;  17.5 – ataque da multidão em Tessalônica;  17.13 – atacados em Beréia;  18.17 – espancados em Corinto;  19.29 – tumulto em Éfeso;  21.30 – tumulto em Jerusalém;  22:22 – outro tumulto em Jerusalém;  23.10 – grande dissensão;  28.3 – naufragados e mordidos por uma cobra antes do reavivamento de Malta.

Resumo:

•    A cruz destrói o pecado e o egoísmo;
•    A ressurreição dá vida eterna e abundante;
•    A ascensão concede autoridade para governar principados;
•    A unção do Espírito Santo dá ousadia para milagres;
•    A fé no meio da perseguição libera a glória de Deus para o reavivamento.

 Sejamos vasos para Deus manifestar seu poder através de nós de todas essas cinco maneiras.

—————————————————————————————-

Livro maravilhoso, clique na figura e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.