Carta do pastor iraniano Yousef Nadarkhani à nós, cristãos.

Publicado em: 26/03/2012 Categorias: Missões / Sem categoria

Temos acompanhando o drama vivido pelo pastor iraniano Yousef Nadarkhani, sob uma possível execução por apostasia. Na prisão, após receber o veredicto de sua sentença, ele escreve essa carta endereçada aos cristãos do mundo. A carta revela o coração de um homem entregue ao Senhor e confronta um cristianismo fácil e sem raízes.

Que Deus nos ensine!

“Graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo”.

 Portanto, tambem nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos foi proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. Hebreus 12:1-2.

Quando alguém compreende a revelação da verdade, essa pessoa estará disposto a compartilhá-la com outras pessoas e com as gerações futuras. Somos gratos às pessoas que, no passado, lutaram pela Verdade, que nos permitem ter acesso a esta gloriosa revelação de Jesus Cristo. Esses crentes entenderam a riqueza e a beleza da revelação, e estavam prontos para lutar a fim de passar adiante o fruto da revelação.

Como podemos dar frutos semelhantes para a vida eterna? Depende esolhas que fizermos. Primeiro temos que fechar os ouvidos para a voz das trevas, como está escrito no salmo primeiro: Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Salmo 1:1.

 A segunda coisa é abrir os nossos ouvidos à voz do Espírito falando através da Palavra de Deus, como está escrito: Mas o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Salmo 1:2.   O fruto da A comunhão com o Senhor através da Sua Palavra Vivificante é o que garante a estabilidade nesta vida e impacta a vida de outros gerando frutos eternos, como dizem as Escrituras: E ele será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, que dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. Salmo 01:03.   “Um passo de fé”   Muitas pessoas admiram Jesus como um modelo único a ser seguido por gerações, muitos gostariam de imitá-lo. Jesus não veio para ser apenas admirado, mas nos trouxe um modelo perfeito a ser seguido. Se queremos ser como Ele, precisamos dar um passo de fé, como Pedro. Quando Pedro viu o seu Senhor andando sobre o mar furioso, ele pediu para ir ao encontro de Jesus sobre as águas. Então Jesus disse: “Vem!”.   Todos quanto escolheram seguir o Senhor, de alguma forma ouviram antes uma ordem D’ele, dizendo: “Vem!” Uma ordem que implica um passo de fé. Como é evidente nas Escrituras, aquilo que somos capazes de ver não é fé. A fé é bíblicamente definida como: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.”

Temos que dar um passo de fé “apesar das dificuldades” “, a fim de experimentar o poder de Deus. Mas precisamos lembrar que tudo deve ser feito de acordo com a Palavra de Deus. Pedro não experimentou a possibilidade de andar sobre as águas porque ele simplesmente decidiu abandonar o barco, mas por causa da Palavra, da Ordem do Senhor.

A Palavra de Deus nos diz que “deveremos passar por dificuldades” e desonra por causa do Seu Nome. A nossa fé não será genuina se ignorarmos estas palavras, se não manifestarmos a paciência do Senhor em nossos sofrimentos. Qualquer um que ignora-las será envergonhado naquele dia.   É bom lembrar que muitas vezes o passo de fé nos coloca diante de algumas dificuldades. Assim como a Palavra levou os filhos de Israel a sair do Egito e os colocou diante de um obstaculo chamado Mar Vermelho. Essas  dificuldade se colocam entre as promessas de Deus e cumprimento delas e servem para desafiar e fortalecer a nossa fé. Os crentes devem aceitar esses desafios como uma parte de sua caminhada espiritual.

O Filho foi desafiado no Calvário, no caminho mais difícil, como está escrito nas Escrituras: “Durante os dias de vuda na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, sendo ouvido por causa da sua reverente submissão; Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu “. Hebreus 5:7-8.   O clamor “Eli, Eli, lamá sabactâni?” É suficiente para expressar os sofrimentos de nosso Senhor no Calvário. Por trás desse pedido de socorro, podemos identificar a grande fé que o levou a aceitar a vontade do Pai. Sim, Ele sabia que Deus não permitiria que “seu Santo sofresse decomposição”, e que, em três dias, ele ressuscitaria  dentre os mortos. Além do poder da morte, o Senhor enxergou o poder da ressurreição vitoriosa.

Eu não preciso escrever mais nada sobre a base da fé. Lembremo-nos que indenpendente de momentos bons ou ruins, apenas três coisas permanecem: a Fé, a Esperança e o Amor. É importante para os cristãos se certificarem que tipo de fé, esperança e amor permanecerão. Somente o que recebemos de acordo com a Palavra permanecerá para sempre.

Eu quero encoraja-lo a viver de forma digna do chamado da Santa Palavra. Permitam irmãos, vocês que são herdeiros da glória de Cristo, serem exemplos para outros, a fim de ser um testemunho do poder de Cristo para o mundo.   Peço-lhes que vivam segundo a Palavra de Deus, a fim de rejeitar as ações das trevas que geram dúvidas em seus corações. A verdadeira vitória que elimina as dúvidas, vem pelo ouvir a Palavra de Deus com fé.

Somente uma igreja baseada nos ensinamentos de nosso Senhor Jesus Cristo subexistirá, longe do auxilio e da proteção da Palavra de Deus o devorador o destruirá.

“Vamos dar um Testemunho Santo. “

Seu irmão em Cristo,   Youcef Nadarkhani

9 respostas para “Carta do pastor iraniano Yousef Nadarkhani à nós, cristãos.”

  1. A Palavra de Deus gera em nós Fé que vence o mundo disse:

    Comentário

  2. Marcos Mende disse:

    Que o temor do Senhor nos leve (Sua Igreja) a viver realmente de forma digna do chamado da santa palavra.

  3. giovana luiz r s disse:

    que perseverança do nosso irmão mesmo aprisionado e sentenciado não negou a sua fé isso serve como exemplo para todo cristão

  4. adriano parreira disse:

    uma certa vez,o irmao paulo disse: se perseveramos,tambem,com ele reinaremos;se o negamos ,ele por sua vez nos negará. 2 tim. cap.2 v.12

  5. Alexandre Teixeira disse:

    Infelizmente o irmão fala pouco de seu sofrimento e aflições. Gostaria de saber como está a sua família.

  6. muito importante que suas palavras sejam levada aos quatro cantos do mundo para que aqueles que ainda não perceberam que, sen DEUS no coração nada pode ser feito pela salvação espiritual. Que suas palavras cheguem a todos.

  7. Julio disse:

    Que Deus abençoe o pr Yousef e abençoe a igreja brasileira com uma visão mais clara do que é e do que significa ser de Cristo.

  8. jose pires disse:

    Em um tempo, que negociatas estão sendo feitas diariamente, yousef esta vivo para nos mostrar, que estes são os ultimos dias do fim, e que a convicção e fé não se negocia, que esta vida que vivemos aqui não tem valor algum, mas devemos nos focar na vida que viveremos após esta(eterna)esta sim tem valor. Diariamente recebemos propostas do mundo,para negarmos a Jesus, muitas da vezes coisas sutis e que não paramos para pensar e nos deixamos levar, com o famoso ” o que tem ” .A verdade é unica e imutavel a biblia e a verdade absoluta e inquestionavel, e portanta qualquer proposta que estiver forá do padrão biblico, deve sim ser regeitada, ainda que esteja te falando seja até mesmo um pastor.Cuidado os Lobos estão soltos e camuflados de ovelhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *