Última Palavra: Como Está o Cálice da Ira de Deus?

Data de publicação: 11/09/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 38 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 38

Por Christopher Walker

Temos ouvido muito sobre os “sinais dos tempos do fim”. Até jornalistas e pessoas que não acreditam na inspiração da Bíblia como a Palavra de Deus falam sobre acontecimentos “apocalípticos”.

Existe um dos sinais, entretanto, que tem chamado pouca atenção. Isso, talvez, pelo fato de não constar tão claramente das listas mais conhecidas, de Mateus 24, 2 Timóteo 3 ou 2 Pedro 2 e 3, entre outras.

Sabemos que dois grandes acontecimentos opostos marcarão “a consumação do mundo”: o casamento entre Jesus e a sua Noiva, a igreja, por um lado, e o juízo final, incluindo várias etapas do derramamento do vinho da ira de Deus, por outro. Os profetas sempre falavam do “cálice” do vinho do furor de Deus (exemplos: Is 51.17; Jr 25.15), que representava o juízo de Deus sobre as nações ou sobre o próprio povo de Israel. Essas épocas eram prenúncios do tempo em que a medida da maldade humana se preencheria, a colheita estaria madura, as uvas seriam pisadas e o cálice do furor de Deus transbordaria (ver Ap 14.8-10,14-20).

Como são esses dois aspectos que completam o plano de Deus para este mundo, e como são inextricavelmente interligados, se soubermos o que faz encher o cálice da ira de Deus, teremos uma boa idéia da aproximação do dia em que este cálice será definitivamente dado a todos os habitantes da terra.

Veja o quadro abaixo, que mostra as ocasiões em que a ira de Deus se derramou, e os fatores que encheram o seu cálice:

 

REFERÊNCIA SITUAÇÃO EFEITOS JUÍZO

 

O Mundo
Gênesis 6.1-12
União ilícita entre “filhos de Deus” e filhas dos homens Maldade se multiplicou, a terra se corrompeu e se encheu de violência

 

Dilúvio que matou toda a humanidade com exceção de Noé e sua família.
Sodoma e Gomorra
Gênesis 18.20.21 ; 19.1-25
Perversão sexual, (“indo após outra carne” Jd 7), demonstrada no incidente dos visitantes celestiais de Ló, em Gn 19. O clamor da maldade subiu a Deus e o pecado se agravou de tal modo que Deus teve de descer para ver “pessoalmente” o que estava acontecendo.

 

Deus destruiu as duas cidades com fogo e enxofre – figura clara do juízo final.
Canaã
Dt 9.5 ; Lv 18.21-28; Dt 18.12
Povos cananeus ofereciam seus filhos a deuses pagãos, fazendo-os passar pelo fogo (Dt 12.31) No tempo de Abraão, os amorreus ainda não haviam “enchido a medida” da iniquidade (Gn 15.16). Mas no tempo de Josué, a terra de Canaã estava cheia de maldades e sangue de crianças inocentes.

 

Deus ordenou a destruição total das nações que habitavam em Canaã.
Israel e Judá
2 Reis 17.17.182 Cr 28.3-6; 33.6-11; Ez 16.20,21
Reis de Israel e depois de Judá fizeram como os povos da terra, oforecendo filhos a deuses estranhos. Começando com idolatria e sacrifício dos filhos, o povo se corrompeu totalmente (imoralidade, violência, sangue inocente)

 

Deus julgou seu povo severamente, entregando-o nas mãos da Assíria e, depois, da Babilônia, e enviando-o ao cativeiro.
O Mundo Atual
2 Timóteo 3.1-5Romanos 1.18-32
Desmoronamentoda família, menosprezo da aliança do casamento, reconhecimento de uniões homossexuais, multiplicação de perversões sexuais. Efeitos claros na sociedade; filhos matam os pais, cometem chacinas em escolas, milhões de abortos, a imoralidade e a violência cada vez maiores.

 

Guerras, terrorismo, calamidades…A que distância estamos do juízo final?

O que é que se pode observar neste quadro? Que em todos os casos houve uma degradação e desestruturação da família instituída por Deus através de perversões sexuais ou de sacrifícios de crianças no fogo, coisas que nunca passaram “pela mente de Deus” (Jr 32.35). A partir daí, surgiram todas as espécies de violência, derramamento de sangue, imaginações malignas e outras formas de iniqüidade que encheram o cálice da ira de Deus.

O ataque à família é a estratégia preferida do inimigo, porque quando a família desmorona, toda a sociedade cai em desarmonia e depravação, e o reino de amor que Deus planejou é derrotado. Esse processo de destruição da família está atualmente em adiantada fase de execução na sociedade, o que nos mostra que o cálice da ira de Deus está rapidamente se enchendo. Atualmente, não temos sacrifícios de crianças no fogo, mas temos o abandono de crianças, pais e mães deixando sua verdadeira função, a santidade do casamento desprezada, o aborto e todos os desvios sexuais sendo mais e mais aceitos como opções válidas para cada um. O pior é que alguns desses aspectos têm afetado a igreja em proporção quase igual à dda sociedade não cristã.

Entretanto, Deus prometeu restaurar a família por meio do ministério de Elias (Ml 4.5). Ele está construindo a arca que preservará do dia do seu furor aqueles que andarem na sua presença. Nunca valeu tanto a pena investir na edificação e no fortalecimento de famílias estruturadas de acordo com o padrão divino do que nesta geração!

3 respostas para “Última Palavra: Como Está o Cálice da Ira de Deus?”

  1. Paulo disse:

    Estudo bem elaborado, e bem bíblico. Gostei muito. Deus continue abençoando todos vocês.

  2. Marcos disse:

    Muito boa leitura gostei muito.

  3. Juarez disse:

    Muito bem elaborado, Deus Abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *