Testemunho de Impacto: Testemunho de um Sem-Cartão de Crédito

Data de publicação: 08/11/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 25 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 25

Por: Fábio Rodrigues

Há algum tempo eu costumava usar meu cartão de crédito para abastecer meu carro (justo, afinal usava-o para trabalhar, ir aos cultos, visitas, etc.). Eu sempre usava a gasolina, e pagava no mês seguinte, mas no primeiro mês que não pude pagar a fatura no vencimento, os juros começaram a se acumular.

Depois de alguns meses sem conseguir pagar a dívida, comecei a usar o limite do cheque especial para amenizar o problema.

Mais uma vez, me enrolei, pois estava pagando em média 10% de juros no cartão de crédito e 8% de juros no especial, de modo que aquilo virou uma bola de neve e saiu do meu controle.

Depois de um tempo tive um estudo na escola de líderes da igreja onde congrego, em Ribeirão Preto, e o pastor Danilo Figueira nos ensinou sobre princípios bíblicos de prosperidade. Veja bem, não foi sobre ficar rico, mas fazer o que é certo de acordo com a Palavra de Deus e não depender de homens, mas sim de Deus.

Naquela mesma noite eu e minha esposa Luciana tomamos uma decisão. Quebramos o nosso cartão de crédito e todos os cartões de compra a prazo em lojas. No outro dia de manhã procurei o banco, parcelei a dívida e exigi que fosse tirado o limite, embora o gerente insistisse para deixar uma parte, para o caso de eu vir a precisar. Não aceitei.

Não estou dizendo que essas coisas sejam más (cheque especial, cartão, contas a prazo). Porém na maioria das vezes elas são usadas como estratégias do diabo e do sistema atual que rege o mundo, para nos fazer escravos do sistema financeiro, tirar nossa paz e com certeza abalar o nosso testemunho. Você há de concordar comigo que quando estamos devendo, nossa fé e testemunho são abalados.

Fiz o possível para acertar todas as minhas contas e Deus fez o impossível!!!

Pouco tempo depois começaram a acontecer algumas coisas “inacreditáveis”.

Para se ter uma idéia, eu ganhei um cachorro caro e vendi-o por um valor ótimo. Algumas dívidas foram perdoadas, negociei com o gerente do banco e consegui um desconto. Experimentei milagres como o gás de cozinha que não acabava (hoje tenho 3 anos e meio de casado e só comprei um botijão de gás).

Deus agiu também no meu trabalho profissional. As pessoas me passavam trabalhos e me pagavam bem.

Gostaria de lembrar-lhes que mesmo em tempo de dificuldades e sem dinheiro, nunca deixei de ser fiel a Deus e separava para Deus o dobro do que é proposto pela Bíblia.

Fiz um plano para sair da dívida em um ano e com a graça de Deus em 3 meses eu não tinha nenhuma dívida e estava de carro novo. Fiz o que era necessário fazer e Deus fez além do que eu podia imaginar.

Hoje continuo sem cartão de crédito e sem limite no banco. Sou um feliz sem-cartão  e sem-cheque-especial.

Nunca tive dúvida de que Deus era fiel. Eu é que era infiel e não sabia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *