Editorial 74

Data de publicação: 09/04/2013
Categorias da Biblioteca:
Edição 74 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 74

Já estamos na segunda década do novo milênio. Muitas coisas mudaram desde aquela tão esperada virada do ano 2000. A última década do século passado já nos parece distante: outro tempo, outros enfoques, outras maneiras de agir e de encarar o mundo.

Mudanças na sociedade, mudanças de comportamento, mudanças de referenciais, modelos e formas de pensar – sempre houve tais coisas em épocas passadas, mas não na rapidez estonteante com que estão ocorrendo atualmente. Como naqueles tempos, a Igreja enfrenta um enorme desafio: em que áreas podemos e devemos adaptar-nos às mudanças, e em quais pontos devemos permanecer firmemente inabaláveis nos caminhos imutáveis de Deus e sua Palavra?

O assunto desta edição, entretanto, é um pouco diferente: quem está mudando as regras agora é Deus, não o homem! Embora Deus certamente leve em conta os acontecimentos e transformações na sociedade, as mudanças que ele ordena são baseadas em outras coisas, principalmente no progresso do plano que está desenvolvendo através de toda a História e nas estratégias necessárias para chegar ao grande e sublime objetivo final.

Se você ficou perplexo ao ver o título na capa (Deus está mudando as regras do jogo!), não feche a mente, mas leia as matérias com coração atento. Deus não está mudando nenhuma de suas verdades eternas nem de seus princípios sólidos. Também, não está brincando conosco! Ele está prosseguindo para o alvo que determinou desde o princípio para consumar toda a História temporal da humanidade. E, para isso, de tempos em tempos, ele precisa “passar para outra fase”, “mudar de marcha”, “fazer uma transição” ou “mudar a estação”, de acordo com o nome que você preferir.

Veja nesta edição uma explicação mais completa do que significa essa mudança, alguns exemplos de transições semelhantes em outras épocas da História e, principalmente, que sinais de mudança já podemos vislumbrar nos nossos dias e como devemos preparar-nos para isso.

Se Deus já está mudando a direção e o ritmo de seus passos, é melhor ficarmos atentos e mudar com ele! Se não entrarmos em sintonia com o seu Espírito, poderemos ficar para trás!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *