Noticiário: O Cristão e o Mundo

Data de publicação: 16/12/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 02 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 02

Pastor prefere salvar vidas ao invés de si mesmo

Um pastor nas Filipinas escolheu o evangelismo ao invés de uma cirurgia para salvar sua própria vida. O pastor de 79 anos, que trabalha entre o povo Waray Waray, rejeitou o dinheiro que ele precisava para uma cirurgia no estômago. “Eu tive o privilégio de conhecer a Jesus Cristo como meu Salvador. Tive uma vida longa e frutífera,” declarou. “Mas meu povo está perdido. Decidi que esse dinheiro deve ser usado para evangelizar meu povo.” Cerca de 300 pessoas se converteram ao cristianismo em uma cruzada financiada pelo pastor e ele está se recuperando da sua doença.

Igreja pede reconhecimento na China

Líderes de igrejas caseiras (que realizam seus cultos nos lares) na China pediram ao governo que reconheça sua legitimidade. Uma declaração, elaborada na província de Henan em 22 de agosto por líderes de várias províncias, apela aos governantes chineses que aceitem a realidade do crescimento de igrejas não oficiais. Grupos cristãos que não pertencem ao Movimento Patriótico de Tríplice Autonomia aprovado pelo governo chinês são considerados criminosos. Os líderes das igrejas caseiras dizem que a igreja não oficial tem cerca de 80 milhões de membros comparados aos 10 milhões do Movimento Patriótico.

“Não temos o objetivo de atacar o Partido Comunista ou o Movimento Patriótico, mas pedir ao governo para reconhecer as igrejas caseiras como um canal da bênção de Deus para a China,” diz entre outras coisas a declaração.

Despertamento em Paris

Muitas pessoas têm se convertido em Paris. Cerca de 6,000 pessoas têm freqüentado cultos que começaram em junho em uma igreja em Cergy Pointise, um subúrbio de Paris. “Alguns vêm de lugares distantes da França e se hospedam em hotéis, outros dormem na igreja e outros na casa    de amigos,” declara o Pastor Marc Lebrun. “Decidimos continuar o trabalho durante todo o verão. O que mais poderíamos fazer?” Mais de 100 pessoas vão ao altar todas as noites para confessar seus pecados e para receber orações de cura para enfermidades mentais e físicas.

Temos presenciado muitas curas…muitos estão sendo libertos de todos os tipos de vícios como cigarros, álcool, televisão e prostituição.”

Judeus Messiânicos

Menos de 1 % da população judaica mundial acredita que Jesus é o Messias. Cerca de 14,785,000 pessoas em 81 países consideram-se judeus. Cerca de 75% desses não seguem a Torah nem vão à sinagoga e muitos são ateus. Judeus não-religiosos tendem a ser mais receptivos em relação ao evangelho do que aqueles que praticam a fé judaica e aproximadamente 132,000 crêem em Jesus.

Crianças pregam avivamento na Nicarágua

Pregadores infantis   estão espalhando as boas notícias do evangelho na Nicarágua. Três garotos de 12 anos que participaram da escola infantil das Assembléias de Deus em Manágua estão pregando avivamento para as igrejas. “Imagine o que é perguntar para uma criança o que ele vai fazer durante as férias, e ouvir como resposta, ‘Vou pregar avivamento’.” Um dos garotos tem um programa de rádio semanal. “Cremos no poder de Deus e existem pessoas em nossa nação que precisam ser salvas,” declarou um dos garotos que pregou em um culto de avivamento durante a Páscoa em Manágua. “Deus nos tem dado ousadia para O  pregar e nós o faremos.”

Ciganos para Cristo

Uma congregação da Igreja do Nazareno na Bulgária, formada por ciganos, triplicou seu número de membros. Missionários convidaram vários ciganos para assistirem ao filme “Jesus”. Cerca de 250 dos 350 convidados compareceram e mais de 30 pessoas aceitaram a Jesus como Senhor e Salvador. Entre os ciganos isso é um avanço gigantesco do evangelho! A Igreja do Nazareno continua crescendo cada vez mais entre eles.

Protestantismo Evangélico é a religião que mais cresce no mundo

Os evangélicos são o segmento do cristianismo que mais cresce mundialmente. As igrejas protestantes liberais estão se contraindo, e a porcentagem de católicos no mundo está diminuindo. Os protestantes ativos em evangelismo e trabalhos missionários estão crescendo três vezes mais rápido do que o crescimento populacional mundial que é de 1,7%. O protestantismo está crescendo mais rápido do que a população mundial e até mesmo mais do que o Islamismo, que tem uma taxa de crescimento anual de 2,9%.

O aumento do protestantismo pode ser atribuído quase que totalmente aos evangélicos. O crescimento relativamente fraco do Catolicismo Romano pode ser atribuído a perdas devido à secularização da Europa e à conversão de católicos romanos às igrejas evangélicas na América Latina. Na África, o fim do colonialismo nos anos 60 levou a um rompimento espiritual. Nunca antes um continente inteiro experimentou tal mudança, com o cristianismo ganhando mais de 50% da população em menos de um século. O crescimento evangélico foi mais destacado na América Latina nos anos 70, onde desde a virada do século o número de evangélicos cresceu de menos de 250,000 para mais de 40 milhões de pessoas.

Fonte de informações: Patrick Johnstone, pesquisador de missões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *