Jesus Nasceu em Dezembro?

Data de publicação: 01/12/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 08 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 08

Embora a data de 25 de dezembro já esteja historicamente consagrada como data oficial da celebração do nascimento de Jesus, os fatos históricos revelam que nesta data, nasceu, não o Messias, mas uma celebração extremamente humanista e complacente com as culturas pagãs. Veja a seguir matérias extraídas de três fontes diferentes que mostram conclusivamente que Jesus não nasceu em 25 de dezembro e porque o Natal começou a ser celebrado nesta data.

É à Igreja Católica que se deve atribuir o mais genial golpe publicitário da história. Naqueles tempos difíceis do começo do cristianismo, quando o Deus cristão tinha de competir com uma plêiade de deuses romanos, babilônicos, germânicos e celtas, entre outros, alguém teve a idéia de fazer uma superfesta que juntasse o melhor das festas de todas as religiões. E assim inventaram o Natal, que tem boa aceitação no mercado até hoje.

O primeiro ponto importante a decidir era a data. Como o Natal foi criado no século 4º d.C. e ninguem mais lembrava quando Cristo tinha nascido, escolheram o dia 25 de dezembro para a comemoração. Não foi à toa; 25 de dezembro é o aniversário de Mitra, o deus luminoso da mitologia babilônico-assíria, cujo culto era extremamente popular entre os legionários romanos no século 4º. Pode-se dizer que o mitraísmo, à época, era o concorrente direto do cristianismo. De resto, a data, próxima ao solstício de inverno, coincidia com as celebrações de várias festas das culturas clássica romana, germânica e céltica.

“Definida a data, restava emprestar certas tradições bastante populares para garantir o sucesso de marketing. Assim, o hábito de trocar presentes no Natal é herança da Saturnália romana (17 de dezembro). Presentear crianças e pobres era comum no Ano Novo romano, da mesma forma que o costume de decorar as casas. O uso de árvores e luzes em decorações são de tradição céltica. Eram empregados no festival de Yule. Foi daí que surgiram as famosas árvores de Natal.”

Hélio Schwartsman, Editor de Exterior, Folha de São Paulo.

Argumentos Históricos

Ora, havia naquela mesma região pastores que estavam no campo, e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho (Lc 2.8).

1) “Em vista das condições bastante frias do mês de dezembro, seria de todo improvável que os pastores estivessem em pleno inverno ao relento, guardando os seus rebanhos durante as vigílias da noite. Sem dúvida eles deveriam estar cuidadosamente agasalhados em suas casas, e seus rebanhos bem guardados em seus apriscos ou currais, muitos dos quais eram cobertos, para abrigar melhor as ovelhas durante o inverno. Aliás, é isso o que acontece até hoje na Palestina. Embora as baixas altitudes não façam com que caia neve na região de Belém, mesmo assim a temperatura no inverno desce a níveis tais que justificam plenamente o cuidado de agasalhar os rebanhos especialmente à noite, não deixando qualquer possibilidade para que o episódio narrado em Lucas 2 tenha ocorrido no mês de dezembro.”

2) “…César Augusto não iria convocar o povo para um recenseamento durante o inverno, sabendo que muitas pessoas seriam impedidas de viajar devido aos rigores do frio” (Lc 2.1).

3) “José não iria expor a sua esposa grávida ao desconforto de uma viagem a céu aberto, em pleno inverno, pois as suas posses não eram suficientes para possuir uma carruagem, nem mesmo para alugar alguma. Eles devem ter viajado mesmo a pé ou cavalgando cavalos ou jumentos.”

4) “Além dessas provas circunstanciais que nos levam a acreditar que de fato Jesus não poderia ter nascido em dezembro, se fizermos um pequeno estudo da história da igreja, veremos que durante mais de trezentos anos o nascimento do Senhor foi comemorado em diferentes datas. Em alguns lugares era comemorado a 6 de janeiro, em outros a 25 de março e em outros a 25 de dezembro. No ano 245  o teólogo Orígenes repudiou a idéia de se festejar o nascimento de Cristo ‘como se fosse ele um faraó’. Em 354 o Papa Libério de Roma ordenou que o povo o celebrasse em 25 de dezembro. Ele provavelmente escolheu esta data porque o povo de Roma já a observava como dia da Festa de Saturno. Nesse mesmo ano o calendário de Philocalus apresenta pela primeira vez o 25 de dezembro como data do nascimento de Jesus. Contudo, ela só foi fixada definitivamente em 440, a fim de cristianizar grandes festas pagãs realizadas nesse dia…

“A tentativa de ‘cristianizar’ cultos pagãos mostra como o clero corrupto da Era das Trevas, que se estendeu desde Constantino até a Idade Média, tentou de todas as formas conciliar o paganismo com o cristianismo, fazendo com que a transição entre um e outro não fosse realmente uma ‘conversão’ do povo, mas fosse um processo o menos traumático possível.”

“QUANDO JESUS NASCEU?”, Adiel Almeida de Oliveira, 1987,pg. 27,28

Uma resposta para “Jesus Nasceu em Dezembro?”

  1. jurandir disse:

    muito bom comentário ………………parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *