História – Amor infiltrado

Data de publicação: 20/02/2018
Categorias da Biblioteca:
Edição 79 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 79

História

AMOR INFILTRADO

Cinco revoluções culturais e sociais plantadas pela mensagem de Jesus

 ESCRAVIDÃO

A Bíblia não se opôs ao sistema escravagista de sua época (Tt 2.9,10), mas lançou a ideia de que, “em Cristo”, “não há escravo nem livre” (Gl 3.28), e de que nossa relação deve ser de irmãos, não de senhores e escravos (Fm 1.16). Resultado: em 1775, os cristãos quakers fundaram o primeiro grupo antiescravista americano. Em 1823, o cristão inglês William Wilberforce organizou a Sociedade Antiescravista, tornando-se um modelo na luta abolicionista.

MULHERES

Nas sociedades antigas, só os homens tinham direitos e privilégios. Jesus dignificou as mulheres (Lc 7.50; Jo 4); o apóstolo Paulo reconheceu o trabalho de várias delas (Rm 16.1, 6, 7) e trouxe o revolucionário conceito de que a mulher tinha direito ao prazer sexual tanto quanto o homem (1 Co 7.3,4). Resultado: as mulheres se destacaram durante toda a história da Igreja. Desde o século 16, as mulheres podiam manifestar-se nas reuniões dos cristãos quakers na Inglaterra. Durante o Movimento Pentecostal americano, no início do século 20, o espaço das mulheres aumentou ainda mais, muito antes do movimento feminista moderno. 

DIREITOS HUMANOS

A tradição judaico-cristã é pródiga em preocupar-se com os direitos do pobre, dos órfãos, das viúvas e dos estrangeiros (Is 10.1-2; Jr 5.26,28,29; Tg 1.27). Em uma parábola, Jesus coloca os rejeitados em primazia (Lc 14.16-24). Resultado: a relação pacífica de William Penn com os índios durante a colonização dos Estados Unidos, além de outros princípios democráticos,

serviu de inspiração à Constituição Americana. 

DEFICIENTES FÍSICOS

Os evangelhos mostram o Messias curando cegos, surdos, mudos e deficientes físicos (Lc 7.21; Mt 21.14). Leprosos, considerados inferiores, foram curados e reinseridos na sociedade (Mt 8.3). Resultado: Louis Braille, criador do sistema homônimo de leitura para cegos, foi um organista de igreja imbuído do desejo de ensinar a Bíblia aos deficientes visuais. A linguagem de sinais para surdos foi aperfeiçoada pelo clérigo e educador Thomas Gallaudet, que desejava que os surdos conhecessem o evangelho. 

MEDICINA

Jesus dedicou grande parte de seu tempo às multidões, especialmente curando os doentes. Sua compaixão pelos enfermos é descrita nos evangelhos (Mt 20.34). Resultado: No século quarto, mosteiros cristãos passaram a abrir suas portas para viajantes e doentes pobres – estima-se que só os beneditinos criaram mais de 2 mil hospitais. O primeiro hospital brasileiro foi uma Santa Casa, inaugurada pelos jesuítas em Santos em 1543.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *