Exército de Escravos

Data de publicação: 23/10/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 28 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 28

Por: Thiago Mendes Ourives

Estamos em uma época de guerra e Deus está chamando seu exército, o exército dos santos. Mas o que significa ser santo?
Ser santo é estar separado para uso exclusivo de Deus. Tudo bem, mas o que isso significa na prática?

Significa que Deus será senhor absoluto da minha vida, que ele me governará em cada ação que tomar, que não darei nenhum passo sem a sua ordem e nem para outro fim que não seja a sua glória.

Significa que meus sentimentos estão todos subjugados à sua vontade, inclusive minhas paixões e as conseqüências delas. Nenhum ato será tomado sem a sua ordem.

Significa que todo o tempo que me foi dado agora é dele, e ele é quem vai dizer como devo usá-lo. Agindo assim, terei tempo de sobra para fazer a sua obra e, com o que restar, tratarei de assuntos que antes eu considerava pessoais, como estudo, trabalho, amizades e outros; nada disso agora é “assunto meu”. É assunto dele! Ele é quem vai decidir se devo trocar de curso na faculdade, se devo declarar meus sentimentos àquela pessoa, e todo o resto!

Significa que tudo o que eu desejo só pode ser fazer a vontade de Deus.

Significa entregar com amor a minha vida recém-liberta das trevas nas mãos do meu Senhor e dizer: “Eis me aqui! Minha vida é tua”.

Ser santo significa ser um escravo.

Embora eu tenha nascido e crescido em um lar cristão, nem sempre andei no caminho da luz. Tinha Deus como meu Salvador, mas por não tê-lo como Senhor, acabei me desviando no começo de minha adolescência.

Quando finalmente reconheci a Deus como meu Senhor e voltei para Cristo, quase aos 18 anos,  nunca imaginei que estaria considerando seriamente a hipótese de ser enviado como missionário. Achava que isso era coisa para casais maduros na fé e pastores. Mas hoje sei que Deus tem um chamado específico para cada um. Tem um para você também! Ele tem um plano para minha e para sua vida.

Se você está lendo isto, certamente já deve ter Jesus como seu Salvador. Mas ele é seu Senhor? Você já lhe perguntou qual “o plano” que ele tem para sua vida? O “plano” de Deus para você pode muito bem ser servir a Deus aí onde mora, constituindo sua família, ajudando aos irmãos e vivendo como corpo – mas também pode ser constituir uma família e servir aos irmãos em outro lugar… na África, na Ásia, na Europa….

Ser escravo é estar pronto para servir ao seu Senhor. Não interessa se está chovendo forte ou se os campos estão muito longe ou ainda se o inimigo pôs fogo no campo: você é um escravo!  Tem de estar pronto para obedecer ao seu Senhor.

Não só a mente, mas os relacionamentos, as amizades, as ações e até o jeito de falar que eram meus foram mudados pela ação dele. Cada experiência que tenho tido com a igreja que se reúne em Porto Alegre tem me ajudado a ver o quão longe da santidade ainda estou, mas ao mesmo tempo tem me tornado cada vez mais escravo.

Eu quero continuar a ser, cada dia mais, um escravo.

Thiago Mendes Ourives, 19 anos, cursa a UFRGS em Porto Alegre e trabalha como analista de sistemas, especializado em web design.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *