Especial: Deus no Meio da Tragédia

Data de publicação: 01/12/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 08 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 08

Como Deus agiu poderosamente em meio ao tiroteio na Igreja Batista de Wedgwood.

Onde está Deus no meio de tudo isso? Esse foi o tema do sermão pregado pelo Pr. Al Meredith da Igreja Batista de Wedgwood – Texas, EUA – no primeiro culto realizado depois de um terrível assassinato em massa ocorrido na igreja no dia 15 de setembro.  O assassino, Larry Gene Ashbrook, 47 anos, entrou na igreja durante um culto repleto de jovens e começou a atirar metodicamente. Na reunião, que se tratava de um culto jovem evangelístico chamado de “See you at the pole” (“Nos vemos no mastro”), estavam cerca de 400 pessoas, em sua maioria jovens. Ashbrook entrou vestido de preto carregando uma pistola 9mm semi-automática e um revólver calibre 38, além de uma bomba caseira. “Ele apenas atirava e recarregava sem parar”, declarou uma das testemunhas. Depois do ato de insanidade, o assassino apontou a arma para sua própria cabeça e disparou.

Os dias seguintes na Igreja Batista de Wedgwood foram dias inesquecíveis. Inesquecíveis pela dor causada pela perda de 7 pessoas da igreja, entre elas professores da escola dominical, um cantor e o diretor dos jovens; inesquecíveis também pela maneira como Deus mostrou seu poder em meio à tragédia. Deixe que alguém que acompanhou de perto esses dias trágicos conte em detalhes como a mão de Deus pôde tocar o mundo através desse acontecimento e como a pergunta do Pr. Al Meredith – Onde está Deus no meio de tudo isso? – foi divinamente respondida.

O trecho a seguir foi extraído de um e-mail espalhado pela Internet por um dos membros da igreja.

A História de Wedgwood

A esta hora quase todos já ouviram da tragédia que aconteceu no dia 15 de setembro, quando um atirador entrou na Igreja Batista de Wedgwood e matou 7 pessoas, ferindo outras 7 antes de tirar a própria vida. Aquela manhã era o dia do evento “Nos vemos no mastro” (See you at the pole), quando os estudantes reúnem-se em volta do mastro da bandeira de manhã para orar por sua escola e país. O que a mídia não relatou, porém, é como a presença de Deus tem sido tão evidente, tanto durante como depois do tiroteio. Ele tem feito coisas incríveis.

Antes do tiroteio

Nosso pastor, irmão Al, tinha orado para que Deus fizesse o que fosse necessário para expandir o ministério da Igreja Batista de Wedgwood. Nossa igreja era usada como exemplo de como NÃO escolher um lugar, já que ninguém no mundo era capaz de achá-la. Agora quase todos sabem exatamente onde ela fica.

Evidências do controle de Deus durante o tiroteio

1. Para entrar na igreja, o atirador andou pelo nosso playground que estaria cheio de crianças, mas por alguma razão, todas as classes infantis e de pré-escola estavam atrasadas. Nenhuma delas estava no playground ainda.

2. Ele atirou mais de 100 balas em uma multidão de mais de 400 pessoas, mas apenas 14 foram atingidas. Ele não disparou os outros 60 cartuchos que tinha consigo.

3. O fundo da bomba que ele atirou caiu e ela chegou ao chão sem explodir.

4. Uma das jovens feridas (ela estava protegendo uma amiga desmaiada com seu corpo) tem escoliose. A curva em sua coluna direcionou a bala para longe dos órgãos principais, salvando-a de ferimentos mais sérios.

5. Como a primeira chamada para 911 [número de emergência nos EUA] foi recebida por um rádio de polícia, os veículos de emergência foram deslocados imediatamente, sem perda de tempo precioso para verificar se a chamada era real.

6. Uma das pessoas na igreja no momento era paramédico e ele foi capaz de estancar sangramentos e socorrer as pessoas feridas antes que as equipes de emergência chegassem.

7. Os líderes conseguiram tirar as crianças do prédio sem que elas vissem as vítimas ou a confusão.

8. Todos os professores das crianças permaneceram com suas classes, mesmo alguns tendo filhos em outro lugar no prédio, e alguns tinham filhos adolescentes no templo. Nenhum dos obreiros deixou seu posto.

9. Nenhum dos adultos mortos tem filhos. Todas as 7 vítimas não eram apenas cristãos, mas cristãos firmes que tinham paixão por sua fé.

“Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida” (Gn 50.20).

O que Deus tem feito depois do tiroteio –   Alguns exemplos de coisas que Deus tem feito para abençoar a comunidade de crentes, escolas e o mundo.

1. Muitas denominações se juntaram para oferecer ajuda e apoio. Um exemplo é a Igreja Metodista Unida que enviou 15 pessoas no domingo seguinte para cuidar do trabalho com crianças. Eles não queriam que os membros da igreja perdessem o culto por estarem cuidando das crianças.

4. Recebemos mais de 10.000 e-mails, 5.000 cartões e US$ 60.000 de todas as partes do mundo. Al Meredith, nosso pastor, está com o microfone em sua boca continuamente e tem por vezes e vezes dado respostas importantes sobre o motivo de nossa esperança. Ele apresentou o evangelho brilhantemente no Larry King Live [programa de entrevistas na TV], inspirado por uma pergunta feita pelo vice-presidente Al Gore. Por causa da cobertura ao vivo dessa tragédia pelos noticiários e pelas entrevistas, mais de 200 milhões de pessoas ouviram o evangelho.

5. Quinze mil pessoas vieram para um grande culto da comunidade no estádio de futebol americano da TCU (Texas Christian University). O irmão Al fez um desafio muito sério chamando para um dia de jejum e exame do coração (segunda-feira, dia 20).

O culto foi transmitido integralmente ao vivo em rede pela WBAP 820, que é uma emissora de notícias que cobre a maior parte do norte do Texas. Essa mesma emissora reprisou a primeira entrevista coletiva de nosso pastor porque as pessoas ligavam pedindo para ouvir novamente suas palavras de conforto.

6. A CNN também transmitiu ao vivo para toda a rede o culto em memória das vítimas. Espantosamente, porque a família de uma delas mora e trabalha na Arábia Saudita, esse país permitiu que o culto fosse transmitido para lá também. Na Arábia Saudita é ilegal dizer o nome de Jesus nas ruas. Por causa dessa transmissão da CNN, 35 pessoas no Japão entregaram suas vidas a Cristo.

7. Em várias escolas, os estudantes reuniram-se em volta dos mastros de bandeira no dia seguinte. Em uma escola, 25 estudantes aceitaram a Cristo. Em outra, 110. Uma professora levou 22 alunos de sua classe a Cristo.

8. Um ouvinte ligou para uma estação local de rádio cristã e disse que não sabia o que aquelas pessoas tinham, mas ele queria. O DJ, então, levou-o a Cristo. Muitos bilhetes deixados em frente à nossa igreja trazem o mesmo sentimento. Aqueles que não conhecem a Jesus querem o que temos!

9. A igreja recebeu muitos e-mails perguntando como somos capazes de continuar tendo esperança para prosseguir. Há equipes voluntárias de membros respondendo essas mensagens.

10. Temos mais de 70.000 visitas à nossa home page que mostra o plano de salvação em várias línguas.

11. Muitos membros da Igreja Batista de Wedgwood estão curando relacionamentos quebrados com o corpo e experimentando renovação espiritual.

Esses são apenas alguns dos milagres que estão acontecendo. A graça de Deus é quase transbordante. A cada bala que o atirador disparava ele pretendia tirar uma vida. Mas Deus reverteu a situação e salvou muitas vidas para cada bala disparada. A fé daqueles que morreram se multiplicou muitas vezes mais. “Primeiramente dou graças a meu Deus mediante Jesus Cristo, no tocante a todos vós, porque em todo o mundo é proclamada a vossa fé” (Rm 1.8).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *