Editorial 69

Data de publicação: 14/11/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 69 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 69

Carta Editorial

Neste mês de outubro de 2011, estamos completando 13 anos de Impacto. Por trás da revista, porém, existe um ministério com uma porção de outras publicações que começou há bem mais tempo.

Embora não exista data precisa de “fundação”, podemos dizer que o nosso trabalho com literatura nasceu no início de 1972, na cidade minúscula e desconhecida de Rubiataba, no interior de Goiás, quando começamos a reproduzir folhas de estudos bíblicos com um simples mimeógrafo a álcool (que produzia aquelas folhas com tinta roxa, parecendo cópias em papel carbono…) e a distribuí-las a alguns conhecidos e interessados.

Desde então, no meio de altos e baixos, com vitórias e dificuldades, passando até por alguns períodos de pausa, sem produção de obras novas, o ministério tem atravessado várias décadas e está perto de completar 40 anos.

Alguns leitores da revista nos acompanham desde aquela época e conhecem um pouco da história – ou até mesmo fizeram parte dela. Como, porém, muitos ainda não a conhecem e nem sabem que houve toda uma trajetória antes de nascer a revista Impacto, resolvemos dedicar a presente edição ao relato da origem desse trabalho.

Sabemos que Deus dá muito valor à história, pois fez questão, várias vezes, de mandar registrar fatos e levantar marcos para que gerações posteriores pudessem valorizar vitórias e experiências que seriam importantes para continuarem caminhando dentro dos propósitos divinos. Os marcos de conquistas passadas nos ajudam a ter consciência da grandeza e sabedoria de Deus em conduzir-nos até o momento atual e, também, a enxergar com mais clareza a nossa missão específica e a nos empenhar a executá-la com fidelidade e perseverança.

Ao nos lembrarmos da trajetória já percorrida, sentimos muita gratidão por tudo o que o Senhor fez ao longo desses anos. O impacto que mensagens simples, sem atrativos, reproduzidas artesanalmente têm produzido em inúmeras pessoas é um testemunho poderoso do que o Espírito Santo pode fazer por meio da palavra impressa, mesmo no caso de usar meios frágeis e imperfeitos. Continuamos ouvindo, até hoje, de várias partes do país, testemunhos de transformação e revolução interior produzidas por meio de livretos e impressos que foram distribuídos nas décadas de 1970 e 1980.

Diante disso, somos desafiados a buscar a Deus com ainda mais intensidade para que ele não apenas nos capacite a administrar com sabedoria e discernimento o legado espiritual acumulado durante todos esses anos, mas também a receber revelação e direção renovadas, a cada dia, para continuarmos transmitindo uma palavra viva e atual por meio da página impressa.

“Até aqui nos ajudou o Senhor.”
Somente a ele seja toda a glória!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *