Editorial 56

Data de publicação: 23/07/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 56 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 56

Por: Conselho Editorial

Todos nós sabemos que as lágrimas têm poder para mover as pessoas – poder que nem sempre é utilizado de forma benéfica ou desinteressada!

Sabemos também que nem todos são facilmente induzidos a lágrimas. Alguns choram por motivos que podem parecer banais; outros retêm as emoções, mesmo nas circunstâncias mais trágicas. E ainda há os atores e atrizes, profissionais ou não, que são capazes de produzir lágrimas a seu bel-prazer sem que sintam qualquer emoção genuína.

O foco desta edição não são as lágrimas do sofrimento nem as falsas lágrimas de manipulação ou simulação; são as lágrimas genuínas de corações angustiados pelas causas que partem o coração de Deus.

É a escassez desse tipo de lágrimas que gerou a pergunta central que queremos fazer ao leitor: Onde estão as lágrimas na igreja hoje? Não as lágrimas de problemas ou anseios pessoais (pois na nossa obsessão por felicidade e realização pessoal essas são abundantes), mas lágrimas pela nossa condição como igreja, pelas calamidades, miséria e depravação no mundo, pela dureza do nosso próprio coração.

Vivemos numa geração cada vez mais superficial e instantânea. Há pouco espaço ou ambiente para buscas mais extensas, pouca profundidade na oração, na adoração e na pregação. Faltam-nos lágrimas porque falta-nos intensidade.

Lembre-se de uma coisa, porém: se você é um daqueles que não consegue chorar, mesmo quando é profundamente comovido na presença de Deus, não se preocupe. Deus não está interessado nas lágrimas físicas, mas na verdadeira intensidade do coração.

De onde vêm intensidade, sede espiritual, lágrimas genuínas? Da ação do Espírito Santo, que usa, como instrumento principal, a Palavra de Deus. Nossa oração é que ele use as palavras nas páginas a seguir para exatamente esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *