Editorial 41

Data de publicação: 04/09/2011
Categorias da Biblioteca:
Edição 41 e Revista Impacto - 1998 a 2014.
Este artigo pertence a: Edição 41

Por Conselho Editorial

O tema desta edição é oração – não oração individual ou devocional, por mais importantes que sejam mas  oração coletiva, oração como ministério, como a atividade mais fundamental e central da igreja.

Se você está pensando que esse é um assunto muito abordado  na literatura cristã, faça um teste : vá a uma livraria cristã ou procure em catálogos de editoras evangélicas por livros que falem de oração em conjunto, oração da igreja. Com certeza, terá bastante dificuldade para encontrar.

No entanto, não é só a escassez de literatura sobre esse assunto que nos preocupa:  é a quase inexistência do ministério de oração coletiva na igreja atual. Além da notória falta de participação nas reuniões de oração em geral, normalmente há pouco entendimento sobre concordância coletiva  na oração e pouca visão sobre o que orar. Ou cada um busca uma bênção ou solução particular para sua própria necessidade, quase como se a reunião fosse um ajuntamento de orações particulares, ou as orações em conjunto são gerais e sem muito objetivo.

Que Deus decidiu limitar suas ações na Terra àquelas que pode fazer em conjunto com e através de sua igreja é algo bastante aceito por cristãos de todas as cores denominacionais e teológicas hoje. Já o conceito de que a  parceria entre Deus e o homem depende fundamentalmente do ministério de oração é um assunto bem mais complexo. Que função tem realmente a oração?  A oração em conjunto tem um poder que a oração individual não tem? Até que ponto a oração pode mudar as decisões de Deus?

As nuvens escuras das crises mundiais dos tempos do fim se aproximam cada vez mais. Uma igreja imatura e voltada para si mesma jamais estará preparada para ser o instrumento que Deus procura para enfrentar as trevas e levantar seu estandarte. Podemos fazer parte daqueles que apressam a vinda do nosso Senhor – ou podemos ser parte do problema!

Nossa oração sincera, como corpo editorial da revista Impacto, é que esta edição seja usada para despertar muitos corações por todo este país para o nosso grande e glorioso chamamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *