Amem-se uns aos outros

Publicado em: 13/02/2021 Categorias: 2021 / Revive Israel

Por Asher Intrater

Certa vez, na nossa congregação em Jerusalém (Ahavat Yeshua), a mensagem do dia começou com um simples “teste bíblico”. Qual é o elemento comum nos seguintes versículos de João?

João 13.34Um novo mandamento dou a vocês: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.

João 15.12O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei.

João 15.17Este é o meu mandamento: Amem-se uns aos outros.

1 João 3.11Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

1 João 3.23Que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo e que nos amemos uns aos outros, como ele nos ordenou.

1 João 4.7Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

1 João 4.11Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros.

2 João 1.5Não como se estivesse escrevendo um mandamento novo, mas o que já tínhamos desde o princípio—que amemos uns aos outros.

Não é muito difícil responder ao teste. Amem-se uns aos outros. O desafio não é a teoria, mas a aplicação. Essa é a única coisa que Deus realmente está pedindo de nós. De todas as coisas que fazemos “para Deus”, apenas nossos relacionamentos de amor durarão para a eternidade. Todo o resto vai acabar neste mundo.

Para amar, devemos obedecer aos mandamentos de Deus. Mas também devemos ter prazer um no outro. Yeshua decidiu sofrer na cruz para poder desfrutar de um relacionamento conosco para sempre. O Espírito Santo gosta de alegrar-se e divertir-se conosco (Provérbios 8.31).

Yeshua pagou o preço para preparar o caminho para que pudéssemos amar uns aos outros. Ofendemos um ao outro o tempo todo. Ele tomou nossas ofensas sobre si mesmo. Ele suportou não apenas o que ofende a Deus, mas o que fazemos para ofender uns aos outros. O que o ofende sobre o seu irmão – não se preocupe, ele o tomou sobre si.

Ele nos ama tanto que estava disposto a pagar esse preço. Se ele nos ama tanto, como podemos não amar uns aos outros? Os pais ficam mais felizes quando veem seus filhos se amando. Deus fica feliz quando amamos uns aos outros. Deus sofre dor quando não amamos uns aos outros.

O que nos impede de amar? Orgulho, busca por prestígio, inveja, expectativas de outras pessoas, mágoas, decepções, frustrações, etc. Para amar, precisamos abandonar todas essas coisas egoístas.

Lucas 20.20 Mandaram espiões que se fingiam justos para apanhar Jesus em alguma coisa que ele dissesse…

Os hipócritas religiosos não achavam que estavam fingindo ser justos. Eles pensavam que eram realmente justos e que Yeshua era o falso. Eles estavam convictos de que estavam certos. Todo mundo estava errado. Eles procuravam uma única palavra ou motivo para desqualificá-lo.

Muitos de nós agimos da mesma forma. Estamos confiantes de que estamos certos e que todos os outros estão errados. Notamos uma palavra errada nos outros, e isso nos prova que estamos certos e eles errados. Isso é um espírito de crítica e condenação religiosa.

Religiosidade não é se usamos símbolos culturais em nossa adoração, mas se condenamos e criticamos os outros por não fazerem as coisas da maneira que pensamos ser a correta. Em nossa congregação, as pessoas são livres para usar uma kipá (cobertura judaica para a cabeça) ou não. Não queremos que ninguém se sinta forçado a usar uma cobertura na cabeça (1 Coríntios 9.20) nem proibido de usar (1 Coríntios 11.4). Onde o Espírito de Deus está, há liberdade (2 Coríntios 3.17).

1 Coríntios 12.4-6 Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Há diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos.

Observe a palavra “diferente” aqui usada três vezes. Para amar os outros, temos que deixá-los ser diferentes. Não no sentido de pecado, mas de estilo. Devemos reconhecer que os outros são diferentes em seus dons, chamados e maneiras de se expressar. São as diferenças entre nós que nos tornam interessantes e belos quando trabalhamos juntos.

Transmissão Global

Louvor • Oração • Profecia • Pregação! Junte-se a nós para um momento de renovação. Por favor compartilhe essa transmissão com seus amigos.
Assista agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *