África do Sul em Crise

Publicado em: 17/07/2021 Categorias: 2021 / Revive Israel

Um movimento global de avivamento e restauração a partir de Jerusalém para Judeia e Samaria, chegando aos confins da terra e voltando novamente para Israel…

África do Sul em Crise

Por Lauren, Hany, e Irene

O que está acontecendo:

O caos e a violência que ocorrem atualmente na África do Sul estavam prestes a explodir há anos devido à corrupção nas instituições estatais e governamentais, e aos 11 milhões de jovens desempregados.

Durante o mandato do ex-presidente Jacob Zuma, sua família, junto a uma suposta família de criminosos indianos, os Guptas, tornaram-se muito ricas através da pilhagem de bilhões de rands (moeda sul-africana) do Estado, levando a nação, com efeito, à falência. Este tipo de corrupção ficou popularmente conhecida como “Captura de Estado”. Em 2018, devido à pressão popular, os Guptas fugiram do país e agora vivem em Dubai.

Em 2020, o atual presidente Cyril Ramaphosa criou a comissão Zondo [liderada pelo juiz Ray Zondo] para investigar as acusações de corrupção de Captura de Estado. Zuma foi apresentado à comissão, mas recusou-se a cooperar, alegando que o Juiz Zondo estava sendo parcial contra ele.

Ocorreu um impasse entre os apoiadores de Zuma e a força policial sul-africana durante 7 dias recentemente até que Zuma, à meia-noite de 5 de julho, se entregou para iniciar uma sentença de 18 meses de prisão por desrespeito ao tribunal. Ocorreram protestos de “Zuma Livre”, organizados através das mídias sociais, com uma rápida adesão dos sindicatos do crime, pobres descontentes e membros corruptos da polícia sul-africana.

Centros comerciais e armazéns de distribuição foram saqueados e incendiados, sem que houvesse alguma força de segurança à vista. Isto fez com que as comunidades locais se armassem para proteger seus próprios negócios e propriedades. Os protestos se transformaram em vandalismo e se espalharam por várias províncias, mas principalmente em Durban e Joanesburgo. Após um longo atraso, cerca de 25 mil soldados foram destacados para restaurar a ordem.

Batalha Espiritual:

A África do Sul possui uma forte comunidade evangélica, que exerce uma boa influência do reino, espalhando-se inclusive para outras regiões do continente. Os acontecimentos recentes têm sido um grave ataque à obra de Deus aqui, desencadeando ações malignas como nunca antes na história recente.

Para os verdadeiros crentes (de todas as raças) é um momento decisivo agora: ou ceder ao medo e pegar em armas ou ficar firme confiando na verdade e na proteção de Deus. Mesmo agora cristãos de diferentes tribos, cores de pele, línguas e culturas estão se unindo em oração. Deus está realmente trazendo uma mudança na nação.

Uma grande facção do governo também mantém uma posição muito forte contra Israel. Isso tem aumentado a ponto de Israel ser rotulado como um estado de apartheid.

Observação Especial:

Em 1994, houve grande mobilização de oração internacionalmente em favor de nossas primeiras eleições democráticas na África do Sul. Um manto de graça levantou esta nação e despertou os olhos do mundo sobre ela. Seu primeiro presidente negro, Nelson Mandela, foi um homem levantado por Deus para aquele momento especial da história.

Nelson Mandela foi saudado como o salvador da África do Sul, e nós nos tornamos a Nação Arco-Íris [representando esperança]. Uma certa passividade veio sobre muitos dos verdadeiros crentes, que colocaram sua confiança naquele novo governo. A África do Sul tem um destino nacional para levar a verdadeira reconciliação racial a muitos grupos étnicos em toda a África. No entanto, um vazio espiritual se abriu e deu lugar à exploração satânica da situação política.

Como Orar:

  1. Para que surjam políticos justos que possam liderar a nação como um todo e não apenas para seus apoiadores.
  2. Para que a vontade de Deus e o chamado da África do Sul sejam cumpridos.
  3. Para que os líderes dentro da igreja pastoreiem segundo o próprio coração de Deus
  4. Que o espírito do comunismo radical e da propaganda anti-Israel não consolide um domínio forte sobre a nação.
  5. Para que uma nova onda de avivamento, evangelismo e restauração venha sobre a África do Sul.
  6. Para que os espíritos de medo, violência, raiva, racismo, vingança e corrupção sejam amarrados.
  7. Para que o amor gracioso de Deus nos leve a paz duradoura e reconciliação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *