15 DIA DE ORAÇÃO PELA CORÉIA DO NORTE – 29 DE ABRIL

Publicado em: 29/04/2012 Categorias: Missões / Sem categoria

 TURISMO NA COREIA DO NORTE

 Eu te darei graças, ó Senhor, entre os povos; cantarei louvores entre as nações. Salmo 108.3

O governo norte-coreano prometeu reabrir o país em janeiro de 2012 a pequenos grupos de turistas ocidentais. Embora seja o país mais fechado do mundo, é possível fazer turismo na Coreia do Norte. Os roteiros das viagens são organizados por agências chinesas que trabalham em conjunto com o governo norte-coreano e mostram aos visitantes apenas aquilo que convém ao Estado. Normalmente os turistas que visitam o país têm sua viagem restrita à cidade de Pyongyang, centro político e econômico.

Os pontos turísticos mais visitados normalmente são a estátua de bronze de Kim Il Sung e a torre Juche, com 170 metros de altura; o primeiro é utilizado para culto ao ex-líder e o último é o principal símbolo da ideologia norte-coreana. Outros pontos turísticos indicados aos turistas que visitam Pyongyang são o parque de diversões Mangyongdae, o estádio May Day, com capacidade para 150 mil lugares e onde são realizados os festivais de esporte, e o túmulo do rei Tangun, que teria nascido em Pyongyang há 5 mil anos.

 Todo turista é acompanhado por um guia (militar), que fala inglês e é responsável por lhe apresentar o país, coibindo atitudes não permitidas, como tirar fotos em lugares e situações inapropriadas.

ORE:

• Louve a Deus porque o governo tem permitido, nos últimos anos, que turistas ocidentais visitem o país anualmente – uma ótima oportunidade para falar do amor de Deus.

• Peça a Deus que os turistas não fiquem indiferentes às dificuldades e restrições enfrentadas pelos norte-coreanos e que, ao saírem do país, ajam em prol deles.

• Ore para que, através das palavras ou dos atos, esses estrangeiros possam expressar a graça de Deus aos norte-coreanos.

Uma resposta para “15 DIA DE ORAÇÃO PELA CORÉIA DO NORTE – 29 DE ABRIL”

  1. A Liberdade plena não consiste em extrair a Não-Liberdade dos outros , mas de dar Liberdade para que até mesmo a Não-Liberdade delas seja uma escolha Livre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *